Primeiros resultados do estudo serológico sobre a covid-19 em Almeirim começam a ser conhecidos

Começaram a ser distribuídas as cartas com os 278 resultados do estudo serológico realizado no sábado, 23 de maio, aos profissionais dos grupos da linha da frente e outros grupos expostos à Covid-19, em Almeirim.

Este primeiro estudo serológico, onde foram avaliadas 278 pessoas, servirá de base para os estudos nacionais sobre a prevalência da Covid-19.

Neste mês de Junho, um grupo de cientistas de diversas áreas e o apoio do IGC – Instituto Gulbenkian Ciência, a saúde e a Câmara de Almeirim vão distribuir 385 cartas, por outras tantas habitações do concelho, a convidar a população almeirinense a participar no inquérito e a permitir a recolha de sangue.

PUBLICIDADE

O objectivo é verificar se há existência de anti-corpos para a Covid-19, implicando naturalmente o contacto com o novo coronavírus, mesmo que essas pessoas não tenham tido sintomas da infecção.

Segundo Pedro Ribeiro, presidente da Cãmara Municipal de Almeirim, o estudo em 385 habitações pode “representar uma amostra de cerca de um milhar de pessoas que, caso aceitem participar no estudo, podem decidir por fazerem os testes em casa ou numa das várias unidades de saúde do concelho.”

“Entendo que esta parceria é fundamental para o presente e para o futuro, uma vez que nos fornece dados científicos que nos ajudam a tomar decisões” refere o autarca.

O autarca apela à participação dos almeirinenses e alerta a população para estar atenta à caixa do correio pois qualquer um pode ser habitante de um dos 385 locais escolhidos, de forma estatística e aleatória.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS