A democracia foi repensada no Teatro Sá da Bandeira com ‘A Nova Bailarina’ de Aldara Bizarro

O Teatro Sá da Bandeira, recebeu, na tarde de sábado, o espectáculo de dança para famílias, A Nova Bailarina, de Aldara Bizarro. A Nova Bailarina, que contou com a presença de várias famílias, um espectáculo com uma abordagem da dança, de uma forma não convencional, mas muito divertida.

Neste espectáculo A Nova Bailarina propôs discutir o papel de cada um na sociedade. O público foi assim convidado a pensar, escolher e decidir, através de questões que foram sendo colocadas pela bailarina, que age, como se o público nunca tivesse ouvido falar destas temáticas.

Estes tiveram assim que tomar posições de cidadania, unindo-se, chegando a ter que se opor à Bailarina, que por vezes, não tem um comportamento nada democrático. E no final ela deixa uma sugestão “aprender a ouvir para poder participar na mudança do mundo…”

A Nova Bailarina foi considerado pelo jornal Público um dos melhores espectáculos de dança de 2012.

Este trabalho, coreografado por Aldara Bizarro e interpretado por Costanza Givone, é uma peça em que a palavra está muito presente, sempre com o objectivo de reforçar a consciência da ligação entre o corpo e a mente, ligando o pensamento à dança, e potenciando uma nova forma de viver o lugar do corpo na sociedade.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS