“A restauração em Santarém está em grande forma”

O restaurante OH! Vargas, na Portela das Padeiras, em Santarém, faz parte da história da restauração da cidade. Manuel Vargas cresceu no restaurante com os seus pais e, agora é ele que gere o espaço, mantendo a aposta na cozinha típica e tradicional. O OH! Vargas apresenta uma carta onde a tradição e a inovação são cozinhadas em sintonia, onde a qualidade e excelência são ingredientes aos quais os clientes já se habituaram.

Como é que descreve o seu projecto gastronómico?
O Restaurante OH!VARGAS foi criado desde a sua génese como um restaurante familiar de comida típica e tradicional, passou por várias Gerações da Família Vargas, sendo actualmente gerido por Teresa Esteves e Manuel Vargas.
Com um conceito inovador na Cidade de Santarém tem-se revelado um caso de sucesso. A cozinha está entregue ao Chef Gonçalo Carvalho e à sua equipa, que nos continuam a preparar alguns pratos tradicionais embora aos poucos nos vão apresentando alguns pratos da autoria desta jovem equipa.
Com uma Carta de Vinhos que inclui alguns dos melhores vinhos nacionais e internacionais, consegue-se complementar o que de melhor sai da cozinha do OH!VARGAS.

Como é que olha para a actual restauração de Santarém?
A restauração em Santarém está em “grande forma”, muitos restaurantes de qualidade, conceitos diferentes e inovadores, cozinhas distintas com as mais variadas opções, sabores para todos os gostos e preços para todos os bolsos. Que venham mais restaurantes para Santarém!

PUBLICIDADE

Que memórias é que guarda do Festival Nacional de Gastronomia?
Sempre fui “fã” do Festival de Gastronomia, jantares com amigos, experienciar as melhores iguarias do nosso país, vinho, muito vinho, alegria e música.

Na vossa perspectiva, que importância tem o Festival Nacional de Gastronomia para Santarém?
O Festival de Gastronomia atrai anualmente milhares de visitantes a Santarém, dá bastante notoriedade à Capital de Distrito, sendo que não sei até que ponto será relevante para o comércio local, pois acredito que as pessoas que vêm para o Festival, entram, saem e regressam às suas localidades, ou seja, economicamente não será muito atractivo.

Santarém tem capacidade para se afirmar cada mais como um destino gastronómico e turístico de eleição?
Santarém já se tem vindo a afirmar como destino gastronómico de eleição, como já referi. Relativamente a sermos um destino turístico de eleição penso que ainda temos um longo caminho a percorrer, mas, nada que não esteja a ser motivo de estudo, tal como acredito que existam vários projectos em andamento e ideias para serem realizadas.

Quais são as expectativas para o festival Sabores e Saberes em Santarém?
Com a sorte que tivemos em sorteio ao calhar o Restaurante Torres, as expectativas são bastante elevadas, o Fernando é um bom amigo e grande profissional, temos muitos clientes em comum, clientes esses que visitam o Fernando durante o Festival, portanto, também o virão visitar ao OH!VARGAS para provar as iguarias minhotas que ele tão bem prepara.

Porque é que decidiram participar na iniciativa?
Decidimos aceitar o convite da Viver Santarém na pessoa do Dr. João Leite, que tem estado do lado dos restaurantes da Cidade e nos tem apoiado bastante nos últimos meses, pelas razões antes referidas e por termos a convicção que além de ser bastante positivo para Santarém, o será também para o nosso negócio de uma forma geral.

Consideram uma mais-valia o intercâmbio entre restaurantes?
O intercâmbio entre restaurantes é positivo para todas as partes intervenientes. Os restaurantes têm oportunidade de mostrar o seu trabalho a possíveis clientes que possivelmente nunca nos visitariam.

Como é que o vosso negócio tem resistido à crise pandémica?
Os primeiros dois meses em que fomos obrigados a encerrar foram verdadeiramente muito difíceis, após o desconfinamento foi-nos permitido laborar a 18 de Maio, desde então temos tido um bom crescimento relativamente a 2019.

Um título para o livro da sua vida?
Gerações OH!VARGAS!!

Viagem?
Austrália, Japão e Argentina (nunca fui a nenhum).

Música?
Tenho um gosto bastante eclético, gosto de quase tudo.

Quais os seus hobbies preferidos?
Sempre que tenho algum tempo disponível gosto de me juntar com amigos ou Família para comer e beber, acredito que não existe coisa melhor nesta vida.

Se pudesse alterar um facto da história qual escolheria?
Não querendo entrar pela via política, pois poderei ser mal interpretado, penso que impediria os ataques do 11 de Setembro.

Se um dia tivesse de entrar num filme que género preferiria?
Algo relacionado com Gastronomia ou com Vinhos.

O que mais aprecia nas pessoas?
Virtudes.

O que mais detesta nelas?
Defeitos.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS