Alcanena inaugura investimento de 1,7ME no mercado municipal

A Câmara de Alcanena inaugurou esta terça-feira, 6 de Outubro, o requalificado mercado municipal, após uma obra que rondou os 1,7 milhões de euros para substituir um espaço que estava “sem condições de segurança e muito degradado”.

A presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, disse à Lusa que a abertura do espaço ao público, completamente reabilitado, a ponto de “parecer uma obra nova”, vai acontecer na quarta-feira, um dos “dias fortes” do mercado municipal, a par do sábado.

A reabertura do Mercado Municipal António Galveias Dias, depois de um processo iniciado no final de 2018, foi assinalada hoje de manhã, numa cerimónia presidida pela ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e pelo secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel.

PUBLICIDADE

Fernanda Asseiceira afirmou que a empreitada teve um primeiro concurso, pelo valor de 1,2 milhões de euros, que ficou deserto, tendo sido reapreciado o valor base e lançado novo concurso, da ordem dos 1,6 milhões de euros.

A consignação aconteceu no final de 2018, com um prazo de execução de 365 dias e previsão de conclusão no final de 2019.

A existência de um contracto adicional, que elevou o valor final para cerca de 1,7 milhões de euros, comparticipado em 845 mil euros por fundos comunitários, e uma prorrogação do prazo por mais 107 dias levaram a que a obra fosse dada por concluída no final de Fevereiro, nas vésperas do confinamento imposto devido à pandemia da covid-19.

Nas últimas semanas foram concluídos os arranjos exteriores e realizadas as vistorias que permitem a reabertura do espaço, adiantou.

“Parece uma obra nova”, declarou, lembrando que o anterior edifício, de 1985, tinha cobertura de fibrocimento, não oferecia condições de segurança e estava “muito degradado”.

O edifício conta agora com 19 lojas e cerca de 80 bancas, havendo separação da área alimentar e possibilidade de existência de uma esplanada no interior, disse, adiantando que todos os anteriores lojistas e vendedores puderam escolher os seus espaços de venda, indo os restantes ser colocados em hasta pública.

A requalificação do mercado municipal era um dos projectos no âmbito do Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) do concelho, sendo o outro a reabilitação da Praça 25 de Abril, já concluída.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS