No âmbito do projecto “Ruas e Casas com História”, o executivo da autarquia de Alpiarça descerrou uma placa de homenagem aos trabalhadores agrícolas no local da antiga praça de jorna, nas traseiras do Mercado Municipal, na Rua João Nunes Feliciano.

A história dos trabalhadores agrícolas de Alpiarça e de vários outros concelhos do Ribatejo e Alentejo está muito marcada pela existência de “Praças de Jorna”, locais mais ou menos informais onde os grandes agrários procediam à contratação de mão-de-obra para o trabalho dos campos, procurando pagar os salários mais baixos possível.
Em Alpiarça, estes locais em que os trabalhadores vendiam a sua força de trabalho, marcados pelo conflito de classes, pela organização e luta dos assalariados, estão indelevelmente ligados à heróica e constante luta dos alpiarcenses, iniciada ainda durante o período da República, prosseguindo e intensificando-se durante o regime fascista.

A cerca de cem metros deste local foi assassinado a tiro pelas forças repressivas ao serviço do regime fascista de Salazar o jovem trabalhador agrícola Alfredo Lima, no dia 4 de Junho de 1950, tendo mais quatro pessoas ficado feridas pelos disparos.
Marcaram presença os eleitos autárquicos do Município e da Freguesia de Alpiarça.

PUBLICIDADE
Leia também...

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.