Foi aprovada, na reunião camarária de 18 de Janeiro, por maioria, com o voto contra do MPNT e a abstenção do PPD/PSD CDS/PP, a proposta de intervenção relativa à Ponte do Lamego que corresponde à demolição da ponte existente e à construção de uma nova ponte metálica suspensa, rodoviária e com acesso pedonal, cujo valor estimado é de 296 082,74 euros acrescidos de IVA.

Recorde-se que, face a um ligeiro desvio da prumada de um dos pilares da Ponte do Lamego, junto à margem direita do Almonda, no ano de 2017, foi realizado um procedimento de sondagens geotécnicas para caracterizar os terrenos de fundação dos pilares da ponte, sendo que, no ano de 2019, marcado por um inverno anormalmente pluvioso, agravado pelo episódio climático excecional, designado de «Tempestade Elsa» que promoveu uma cheia considerável no Rio Almonda, voltou novamente a ser afectada a prumada do pilar. Facto que se deve à cota do tabuleiro ser um obstáculo à livre circulação das águas do rio em casos de cheia. Por questões de segurança, é entretanto promovida a decisão de encerramento total do tabuleiro a 27 de Novembro de 2019.

Considerando a unanimidade de recomendações dos relatórios, na questão da demolição da Ponte do Lamego, decorrentes de uma peritagem independente para análise das condições de segurança estrutural e da contratualização de uma vistoria à obra por parte do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, optou-se agora por avançar com o procedimento para o projecto de uma nova ponte com circulação pedonal e rodoviária, prevendo-se a demolição da ponte existente.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.