No âmbito do projecto Verão In.Santarém foi ontem inaugurada uma ‘Barrica de Livros’ no Jardim Portas do Sol. A iniciativa que chega pela primeira vez a Santarém, contou com a presença do vereador com o pelouro da Cultura, Nuno Domingos, e do presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Diamantino Duarte, entidade que idealizou e organizou o projecto.

Na ocasião, o autarca da União de Freguesias, frisou a necessidade de que “os mais jovens – e os menos jovens – voltem a ter gosto pela leitura”.

“O que se pretende com essa iniciativa é, precisamente, disponibilizar livros para as pessoas que vêm ao jardim passear com os filhos ou com os netos, que venham também buscar um livro, leiam umas páginas num dia e, se o quiserem levar para casa, levam-no, ou podem voltar no dia seguinte, retomando a leitura”, disse.

Segundo o autarca, “esta iniciativa pretende ajudar as pessoas a que gostem de ler e que o hábito da leitura, faça cada vez mais parte da nossa cultura”.

No local, junto da cafetaria aberta ao público, foi instalado um antigo e tradicional barril de vinho, cujo interior contém prateleiras recheadas de livros à disposição dos leitores interessados. As obras podem ser levantadas e lidas em casa ou consultadas no mesmo local, devendo ser posteriormente devolvidas.

‘A Barrica dos Livros’ pretende ser, assim, “um espaço piloto, agregador de conhecimentos e um local implicado na mudança das práticas leitoras, no suporte às aprendizagens, no lazer, no desenvolvimento da literacia, da informação, na formação de leitores críticos e na construção da cidadania”. Quer ainda “estimular nos cidadãos das várias faixas etárias o hábito e o prazer da leitura”, e da “utilização comunitária dos livros”, desenvolvendo nos cidadãos “atitudes de auto-estima, respeito mútuo e regras de convivência que promovam os valores de cidadania e solidariedade”. Nesse sentido, os utilizadores serão os responsáveis pelo cumprimento das regras de cidadania comuns, podendo escolher e retirar um livro e ler no espaço envolvente, colocando-o no mesmo sítio ou levar para casa e devolvê-lo após a sua leitura. Além disso, os leitores são ainda convidados a participar nesta partilha, podendo deixar na Barrica livros que tenham em casa e que possam ser doados.

A inauguração teve ainda a colaboração do Veto Teatro Oficina, do Círculo Cultural Scalabitano, que trouxe o contador de histórias António Júlio, o mesmo artista que dá vida ao conhecido Palhaço Pantufa. Na assistência, uma pequena plateia improvisada, que incluiu crianças vindas do Lar dos Rapazes da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, do Lar de Santo António e da Fundação Luísa Andaluz, todos localizados em Santarém. Para os mais crescidos, os elementos do Veto recuperaram os seus ‘Contos de Mário Gin Tonico’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…