O município de Benavente está a promover operações de fogo controlado, contando, desde esta semana, com o apoio da Brigada de Sapadores Florestais recentemente criada pela Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo.

A brigada intervirá na preparação das parcelas e nas operações de fogo controlado agendadas para 09 e 10 de Fevereiro e que se seguem à que foi realizada no passado dia 26 numa área de 35 hectares de eucaliptal da Herdade de Vale de Estacas, na EN 118-1, entre Benavente e Santo Estêvão, recentemente alvo de corte dos eucaliptos, afirma um comunicado da Câmara de Benavente (Santarém).

Estas operações visam a gestão do combustível florestal (sobrantes do abate das árvores), através da sua eliminação pela queima, cumprindo as normas preventivas da Defesa da Floresta Contra Incêndios, “ao mesmo tempo que, sendo uma operação amiga da natureza, se deixou garantida a fertilização natural do solo, através da incorporação que irá sendo feita das cinzas resultantes da queima, ricas em azoto”, afirma a nota.

PUBLICIDADE

O município adianta que estas operações servem igualmente “para a melhoria do entrosamento dos corpos de bombeiros envolvidos, manutenção das qualificações dos bombeiros credenciados como operacionais de queima, familiarização dos bombeiros mais novos com ambiente real de um incêndio e, para os mais experientes, treino e aprofundamento de competências no combate a incêndios rurais”.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Surto no CRIAL atinge todos os utentes residentes e já provocou um óbito

O Centro de Recuperação Infantil de Almeirim (CRIAL) tem um surto activo…

Loja da Cavalinho assaltada no Centro Histórico de Santarém

A loja do Cavalinho foi alvo de um assalto na madrugada desta…