Cinema está de regresso ao Centro Cultural do Cartaxo

O cinema está de volta ao Centro Cultural do Cartaxo já na próxima sexta-feira, dia 17 de Julho. O filme sobre a vida de António Ribeiro, barbeiro, mais conhecido por António Variações, cantor, marca este regresso das sextas-feiras de cinema ao Cartaxo, sempre às 21h30.

Até ao final do mês poderá ainda ver o romance francês ‘Retrato da rapariga em chamas’, vencedor do prémio de Melhor Argumento no Festival de Cannes, e o documentário português ‘Tony’, que acompanha outro conhecido cantor português, Tony Carreira.

Neste período de adaptação para todos, há novas regras a cumprir, que passam pela desinfecção das mãos antes de entrar no edifício, pelo uso de máscara no interior e por respeitar sempre a distância de segurança e a etiqueta respiratória.

PUBLICIDADE

PROGRAMA DE JULHO

17 de Julho
Variações
Realização – João Maia
Biografia | 109 min. | 2019 | M/12
O retrato da vida de António Ribeiro, barbeiro e figura da movida lisboeta no final dos anos 70, perseguindo o seu sonho de se tornar cantor e compositor, apesar de não saber uma nota de música. O filme foca o processo de transformação na persona de António Variações, artista excêntrico e popular cuja carreira fulgurante foi interrompida pela sua morte em 1984. O filme é uma homenagem a todos os que ainda hoje perseguem os seus sonhos aspirando transformar as suas vidas e tornou-se rapidamente o filme português mais visto de 2019.

24 de Julho
Retrato da rapariga em chamas
Realização – Céline Sciamma
Drama, romance | 121 min. | 2019 | M/12
1770. Marianne é pintora e tem de pintar o retrato de casamento de Héloïse, uma jovem que acaba de sair do convento. Héloïse resiste ao seu destino de esposa, recusando posar. Marianne tem de a pintar em segredo. Apresentada como dama de companhia, observa-a todos os dias.
Festival de Cannes – Melhor Argumento
Grande Prémio no Festival de Chicago e no Festival de Denver, nomeado para o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, César de Melhor Fotografia.

31 de Julho
Tony
Realização – Jorge Pelicano
Documentário | 120 min. | 2019 | M/12
Jorge Pelicano, realizador com extensa experiência televisiva, aponta a câmara para António Antunes, o filho de Armadouro, Pampilhosa da Serra que emigrou para França e se tornou um dos músicos portugueses mais bem-sucedidos, sob o nome Tony Carreira. O documentário apanha Tony, aos 55 anos, num momento de dúvida, a contemplar se há de pôr uma pausa na sua vida artística. Em quatro semanas após a estreia, tornou-se o documentário português mais visto de sempre em Portugal.

O custo dos bilhetes é de três euros e para mais informações deve contactar o Centro Cultural do Cartaxo através do email: ccultural@cm-cartaxo.pt ou do telefone: 243 701 600

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS