Distrital de Santarém do PSD confia que nacional manterá lista proposta

O presidente da distrital de Santarém do PSD disse esta quinta-feira, 25 de Julho, confiar que a Comissão Política Nacional irá mudar a decisão de retirar da lista do distrito o nome indicado pela concelhia de Santarém para manter o actual deputado Duarte Marques.

João Moura confirmou à Lusa que a reunião realizada na quarta-feira com o secretário-geral do partido, José Silvano, e na qual esteve presente Nuno Morais Sarmento, foi “crispada”, já que o presidente da concelhia de Santarém (e presidente da Câmara), Ricardo Gonçalves, reagiu mal à retirada do nome do advogado Ramiro Matos da lista de candidatos do distrito às legislativas de 6 de Outubro.

Considerando que a lista apresentada pelos órgãos distritais é “muito equilibrada” e que Ramiro Matos apresenta “uma vasta experiência profissional”, além de representar a maior concelhia, que é igualmente capital de distrito, João Moura declarou-se confiante de que, com “mais vozes”, a CPN não se deixará “influenciar” por Nuno Morais Sarmento.

Afirmando que este assumiu a defesa do nome de Duarte Marques, que foi seu assessor, o presidente da distrital disse reconhecer o “trabalho e dedicação” do actual deputado, mas considerou que este não cumpre premissas definidas para a elaboração da lista, como a existência de experiência profissional fora da política e haver renovação.

Frisando que o próprio Duarte Marques entrou na lista há quatro anos num processo de renovação, João Moura declarou que lhe faria “bem um interregno” na política e “não sujeitar-se a entrar na lista com uma cunha”.

Esta posição, disse, não “belisca o bom trabalho” do deputado, que tem sido “muito activo, muito dinâmico”.

O líder da distrital social-democrata reconheceu que a CPN terá “a última palavra”, estando, até lá, a “tentar demonstrar que Santarém tem que ter uma boa posição na lista” e que os nomes apresentados pelos órgãos distritais são os que garantem ao partido “o melhor resultado”.

“Aconteça o que acontecer, esta lista será melhor que a apresentada há quatro anos, quando foi liderada por uma ‘estrela nacional’ (Teresa Leal Coelho) que nunca pôs cá os pés”, declarou.

Em 2015, o PSD elegeu três deputados por Santarém: Teresa Leal Coelho, Nuno Serra (então presidente da distrital) e Duarte Marques. O distrito elege um total de nove deputados.

A lista proposta pela distrital de Santarém, que fez questão de entregar aos órgãos nacionais uma lista ordenada, ao contrário das indicações do presidente do partido, sofreu uma primeira alteração na nacional com a subida de Isaura Morais (presidente da Câmara de Rio Maior) de terceiro lugar para cabeça de lista, obrigando a baixar João Moura, que surgia em primeiro lugar, seguido de Ramiro Matos.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS