Ex-presidente da Câmara do Cartaxo condenado a quatro anos por peculato

José Conde Rodrigues, ex-presidente da Câmara Municipal do Cartaxo e antigo secretário de Estado da Justiça e Administração Interna foi hoje condenado a quatro anos de prisão, suspensa por dois anos e seis meses, por peculato, enquanto José Magalhães, também ex-secretário de Estado, foi absolvido do mesmo crime.

O juízo central criminal de Lisboa condenou também Conde Rodrigues a 75 dias de multa à taxa diária de 80 euros, mais o pagamento ao Estado de uma indemnização de 13.650 euros.

Os dois ex-governantes do último executivo de José Sócrates (2009-2011) estavam acusados de peculato por terem utilizado cartões de crédito atribuídos para fins públicos em benefício próprio.

PUBLICIDADE

Segundo o Ministério Público, José Conde Rodrigues e José Magalhães terão gasto 14 mil euros e 400 euros, respectivamente, em livros e revistas, num comportamento que não se enquadrava no âmbito funcional ou de serviço, quer pela temática, quer pela sua natureza.

Foto: DR

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS