Festival Materiais Diversos com quatro espectáculos para público infantil

O Festival Materiais Diversos, que decorre de sexta-feira até 5 de Outubro em Minde, Alcanena e Cartaxo, dedica quatro espectáculos ao público mais novo, com “Joana Azurduy”, de Cláudia Gaiolas, a abrir domingo, na Mata de Minde.

A peça, que faz parte de uma série de quatro espectáculos sobre mulheres que marcaram a história do país, repete no dia seguinte, numa sessão para escolas, em Moitas Vendas, também no concelho de Alcanena.

“Mesa”, de Catarina Requeijo, a partir do livro “Uma mesa é uma mesa. Será?”, vai ser apresentado no 1 de Outubro, “em dose dupla”, no Cineteatro São Pedro, em Alcanena, para as escolas do concelho, afirma uma nota da associação Materiais Diversos, que organiza o festival.

No Centro Cultural do Cartaxo, no dia 3 de Outubro, será apresentada a peça “Margem”, de Victor Hugo Pontes, premiada com o Prémio Autores Melhor Coreografia da Sociedade Portuguesa de Autores 2018, espectáculo que “leva a pensar sobre as pobrezas contemporâneas, a partir de Capitães da Areia, de Jorge Amado, e de testemunhos reais de jovens”.

Outra co-produção da Materiais Diversos a ser exibida durante o festival é “Sublinhar”, o primeiro espectáculo de dança para crianças de Marta Cerqueira, que vai subir ao palco da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense, em Pontével (Cartaxo), no dia 4 de Outubro, com duas sessões para escolas, e no dia 05 para as famílias.

O Festival Materiais Diversos, que este ano celebra a sua décima edição, apresentará mais de 60 actividades, 17 espectáculos, cinco em estreia absoluta e quatro em estreia nacional, envolvendo cerca de 150 artistas, afirma uma nota da organização.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS