O Dia Mundial do Teatro vai ser assinalado em Santarém, este sábado, dia 27 de Março, com várias actividades ao longo do dia, através do Fitij – Festival Internacional de Teatro e Artes para a Infância e Juventude.

Atendendo à pandemia Covid19, as celebrações deste ano irão decorrer na forma digital, apresentando-se o espectáculo para crianças, A Melhor Sopa do Mundo, pela Companhia de Teatro Aqui Há Gato,  às 11h00.  Com a interpretação de Sofia Vieira, o espectáculo conta a história de uma sopa feita por vários animais que oferecem vários ingredientes para a sua confecção. Mas só no fim descobrem por que esta será a melhor sopa do mundo…. Muito parecida com a regional sopa de pedra.

Ao final da tarde, 17h00, os agentes culturais ligados à área do teatro no concelho reunem-se on line, à volta do tema ‘O Teatro pós pandemia’, em Santarém, incluído no projecto Bocas de Cenas.  Nesta ocasião, cada um dos agentes participantes indicará as acções do último ano e, sobretudo, elencarão as várias estratégias possíveis de encarar a actividade nos próximos meses, dentro das circunstâncias em que esta doença permita novos agendamentos. Como habitualmente também será evocada a mensagem mundial expressamente feita para este Dia.

PUBLICIDADE

De realçar que  esta iniciativa está inserida no projecto Rádio SRO – Sociedade Recreativa Operária, de Santarém, associação que acedeu à parceria com o FITIJ para conjugar esforços no interesse comum de abordar um tema nevrálgico para os agentes de teatro do concelho.

À noite continuam as celebrações com duas apresentações on line. Às 21h30, o Veto Teatro Oficina apresenta o recital ‘Contos de Mário Gin-Tónic’, com direcção de Nuno Domingos e António Júlio Santos, com base em duas obras do surrealista Mário Henrique Leiria, em homenagem também ao escalabitano Mário Viegas, o grande divulgador daquelas obras.

Logo a seguir (22h00) será feita a estreia do filme de animação, em stop motion, do conto “Caringana Wa Caringana”, de Raul Honwana, incluído na Antologia do Conto Moçambicano. A realização desta curta metragem (10’) é da responsabilidade de Ana da Silva, artista contadora com bonecos que nos apresenta este conto, através de pequenos bonecos, numa perspectiva ligada ao fenómeno do colonialismo.

Todas as actividades aqui propostas poderão ser vistas na página do facebook do FITIJ, bem como nos grupos de cada entidade artística e tem o apoio da Câmara de Santarém e a parceria com a Rádio SRO, contando com  a participação dos seguintes agentes: Aqui Há Gato Companhia de Teatro – Sofia Vieira; ARAT – Aresta Rebelde Associação de Teatro – Gabriel  Silva; Cena Aberta – Beatriz Lima; Centro Dramático Bernardo Santareno – José Manuel Rodrigues; Citar – Centro de Interpretação Teatral e Animação da Romeira – Pedro Silva; Curso Profissional Artes do Espectáculo / Escola Secundária Ginestal Machado – Margarida Gabriel; FITIJ Santarém / Festival Internacional de Teatro e Artes Infância e Juventude – Gonçalo Neto; Grupo Cénico SRO Santarém  – Anabela Bentinho; Grupo Teatro da UTIS Santarém – Carlos Oliveira; Human’Art – Artes de Circo – Gonçalo Neto; Teatrinho de Santarém – Pedro Guedes; Teatro Fantasia APPACDM – Paulo Cotrim; Veto Teatro-Oficina – Nuno Domingos; Ana da Silva – artista contadora com bonecos; Moderação – FITIJ/Nelson Ferrão.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…