Os trabalhadores do sector da recolha de resíduos sólidos urbanos da Câmara de Santarém manifestaram-se na manhã desta quinta-feira, 20 de Maio, em frente ao edifício dos Paços do Concelho, para exigir a retroactividade do suplemento de penosidade e insalubridade.

Segundo o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins (STAL), após a realização de dois plenários, os trabalhadores decidiram aderir à greve para exigir o pagamento o suplemento com efeitos retroactivos aos meses de Janeiro e Fevereiro e pedir um tratamento de igualdade face aos Municípios vizinhos.

A delegação do STAL foi recebida por Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara Municipal de Santarém, que se comprometeu a rever a situação destes trabalhadores.

Fonte do Município de Santarém, refere que o assunto de pagamento dos retroactivos deste suplemento e mapa de pessoal foi levado à Assembleia Municipal de Santarém. Após deliberação do organismo o pagamento será efectuado aos trabalhadores.

PUBLICIDADE

A adesão ao protesto foi de 90 por cento na varredura urbana e na recolha de resíduos sólidos urbanos da Câmara de Santarém.

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…