O concurso público para a empreitada de requalificação da ligação entre a Estrada Nacional 114 e a A15, em Rio Maior, no valor de 6 milhões de euros, foi hoje publicado em Diário da República. A informação foi revelada em comunicado pela Infraestruturas de Portugal (IP).

Na nota, a IP lembra que a empreitada surge no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), na vertente das Áreas de Acolhimento Empresarial (AAE) – Acessibilidades Rodoviárias.

“Com um investimento estimado de 6 milhões de euros e um prazo de execução de 420 dias, esta empreitada tem como objetivo a melhoria significativa das condições de acessibilidade, circulação e segurança, não só para o tráfego com origem e destino na zona industrial de Rio Maior, mas principalmente para veículos pesados e para o tráfego de passagem vindo da A15 que utiliza o eixo da EN114 como acesso a Rio Maior”, afirma a nota.

A intervenção vai incluir a construção de rotundas ao longo do traçado, para redução da velocidade, e a faixa de rodagem será ladeada por passeios, ciclovias e percurso mistos, estando igualmente previsto o reforço e/ou substituição dos equipamentos de sinalização, balizagem e segurança e a realização de trabalhos ao nível do pavimento e dos sistemas de drenagem existentes.

Serão, ainda, melhoradas algumas intersecções de estradas/ruas secundárias na EN114, que terão intervenções a nível de traçado, pavimentação, drenagem, sinalização, limpeza e/ou substituição de coletores de passagem sob serventia, acrescenta a nota.

Para a IP, o investimento irá promover as acessibilidades rodoviárias e reduzir custos de contexto, “fomentando a competitividade da região onde se insere, bem como das empresas que nela se fixem”.

A empreitada insere-se num conjunto de nove obras já lançadas no âmbito do PRR, que correspondem a um investimento de cerca de 81 milhões de euros, afirma a IP, empresa que “já assinou os três contratos de financiamento com a Estrutura de Missão Recuperar Portugal, num total de 394,8 milhões de euros”.

A requalificação da EN114 foi anunciada no passado dia 23 de março, numa cerimónia que contou com a presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, na qual foi assinado o contrato de 12,8 milhões de euros que vai permitir fazer do Parque de Negócios e da Zona Industrial de Rio Maior uma área energética A+, capaz de fornecer hidrogénio e de produzir energia fotovoltaica.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…