A Câmara de Mação saudou hoje a entrada em funções de uma médica de saúde geral e familiar, ao abrigo de um programa de incentivos municipal que atribui 2.500 euros/mês para fixação de médicos de família no concelho.

“Veio [a médica] ao abrigo do regulamento de incentivos, trabalha para a ULS (Unidade Local de Saúde) do Médio Tejo e iniciou as suas funções, o que penso que é uma boa notícia para a população do concelho de Mação”, disse hoje à Lusa o presidente da Câmara, Vasco Estrela (PSD).

Segundo o autarca, há ainda “boas perspetivas de mais dois clínicos poderem vir trabalhar para Mação”.

Vasco Estrela disse ainda que a profissional entrou em funções no concelho de Mação ao abrigo do programa de incentivos municipal, que prevê a atribuição de até 30 mil euros por ano [de complemento ao salário base] para fixação de médicos de família, medida que surge em resposta à “situação dramática” que se vive no concelho pela falta de clínicos.

O Regulamento de Incentivos à Fixação de Médicos, implementado pela Câmara de Mação em 2023, decorre da necessidade da autarquia em encontrar respostas ao nível de cuidados de saúde primários para os cerca de sete mil habitantes de um concelho que tem uma “população muito envelhecida” e dispersa por 122 aldeias, num território com cerca de 400 quilómetros quadrados (km2), e servida por dois profissionais de saúde, ambos em vias de aposentação.

“Neste momento temos dois médicos, os dois em pré-aposentação, já com aposentações pedidas. Ou seja, se não for esta médica que conseguimos recrutar, podíamos ficar sem médico nenhum daqui a dois/três meses. Portanto, esta é a situação”, declarou o autarca.

Questionado sobre quantos médicos seriam necessários para o concelho, Vasco Estrela disse que, para ter “as coisas a funcionar conforme desejaria, seria necessário ter três/quatro médicos ao serviço”.

“Neste momento temos três, mas três que não vão estar assim durante muito tempo”, notou, tendo destacado que o programa de incentivos terá sido decisivo para a contratação da médica, a par de conversações com mais dois clínicos.

“Eu penso que sim, que fez toda a diferença, pelo menos foi isso que me foi transmitido, não de uma forma direta, mas penso que faz a diferença. Nós temos, no regulamento, previsto até três [médicos] e, portanto, é nisso que estamos a trabalhar, porque achamos que com três médicos, não sendo uma situação ideal, era uma situação muito próxima do ideal e já resolveria os nossos problemas”, concluiu.

Em comunicado, a Unidade Local de Saúde (ULS) Médio Tejo confirmou a vinda esta semana de uma médica para “reforçar a equipa do Centro de Saúde de Mação” e os “cuidados de saúde primários na região” do Médio Tejo.

“Este reforço foi possível graças à colaboração estreita entre a ULS Médio Tejo e a Câmara Municipal de Mação, sendo a contratação realizada ao abrigo do Regulamento de Incentivos à Fixação de Médicos, promovido pela autarquia”.

A ULS indica na nota informativa que a nova médica é natural do Brasil e formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Ceará, tendo, em 2019/2020, efetivado o “processo de equivalência do seu diploma através da Faculdade de Medicina da Universidade Nova de Lisboa, com o intuito de exercer a profissão em território português”.

O programa municipal de incentivos atribuídos pela Câmara de Mação propõe atribuir um apoio mensal de 2.500 euros a cada clínico de medicina geral e familiar que se candidate para exercer a tempo inteiro, pelo prazo máximo de três anos, podendo ser renovado por igual período, ajustando o valor quanto a tempo parcial.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia também...

Só Coruche e Sardoal escapam ao recolher obrigatório às 13h00 no fim-de-semana

Os concelhos de Coruche e Sardoal são os únicos, no Distrito de…

Hospital de Santarém no limite da capacidade de internamento de doentes covid

O Hospital Distrital de Santarém atingiu o limite da sua capacidade prevista…

Tratamento do cancro da mama no HDS novamente reconhecido a nível internacional

A Unidade de Senologia do Hospital Distrital de Santarém (HDS) viu renovada…

Hospital de Santarém esgotou capacidade de internamento em enfermaria

O Hospital de Santarém esgotou a capacidade de internamento em enfermaria para…