Ministério Público acusa jovem de 17 anos de homicídio qualificado na forma tentada

O Ministério Publico de Santarém deduziu acusação de um crime de homicídio qualificado na forma tentada ao jovem de 17 anos de idade, que no passado dia 2 de Março, cravou uma faca na zona esquerda do pescoço de outro individuo nas imediações de uma discoteca, na localidade de Ortiga, Concelho de Mação.

Segundo uma nota da Procuradoria da Comarca de Santarém, na base da decisão da acusação está “realçada a perversidade da actuação do arguido, determinada por motivos fúteis, o que permitiu a invocação da variante qualificada do crime em causa”.

O arguido, oriundo de Castelo Branco, foi presente a primeiro interrogatório judicial e está em prisão preventiva desde o início do mês de Abril. À data, o Ministério Público promoveu a medida de coacção porque estavam em causa “os perigos de fuga e de continuação da actividade criminosa”. O facto de o “arguido se encontrar desenraizado social, escolar e laboralmente, sendo proveniente de uma instituição que frequentou até há cerca de um mês”, pesaram também na medida aplicada, referia a nota do Procuradoria da Comarca de Santarém.

PUBLICIDADE

. Decorrem as diligências para notificação da acusação aos intervenientes processuais, a que se seguirá um prazo para abertura de instrução que, a não ser requerida, determinará a remessa do processo para julgamento pelo Juízo Central Criminal de Santarém.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS