MP acusa de homicídio o agressor que esfaqueou homem durante discussão em Marinhais

O Ministério Público da 2.ª secção do Departamento de Investigação e Acção Penal de Santarém deduziu a acusação pela prática de um crime de homicídio sobre o indivíduo de 54 anos que matou João Calado, de 56 anos, após uma acalorada discussão sobre futebol junto a um café na rua do Mercado em Marinhais, concelho de Salvaterra de Magos, em Outubro de 2018.

Segundo a nota a Procuradoria da Comarca de Santarém foi “deduzida acusação (…) para eventual julgamento perante tribunal colectivo de arguido, actualmente em prisão preventiva, indiciado pela prática de um crime de homicídio, ocorrido no dia 7 de Outubro de 2018, na localidade de Marinhais”.

Em causa está “um confronto físico entre dois indivíduos num café, enquanto decorria um jogo de futebol televisionado, que terminou com a morte de um dos contendores”, refere a mesma nota.

PUBLICIDADE

Na investigação executada pela Polícia Judiciária foram confirmados os indícios que já tinham determinado a aplicação da prisão preventiva ao arguido agora acusado.

Segundo a mesma fonte, está em curso o prazo para eventual abertura de instrução que, a não ser requerida, determinará a remessa do processo para julgamento com tribunal colectivo, em Santarém.

Recorde-se que um homem foi morto com arma branca em Marinhais, concelho de Salvaterra de Magos, e o agressor foi detido na mesma noite pela Guarda Nacional Republicana (GNR).

A agressão ocorreu na via pública, em frente a um restaurante em Marinhais, onde a vítima, de 56 anos, residia.

O agressor, de 54 anos, foi detido pela GNR, e o caso foi entregue à Polícia Judiciária.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS