A 1 de Outubro, data em que se inicia um novo ciclo hidrográfico, é assinalado, em Portugal, o Dia Nacional da Água, a par com o dia 22 de Março em que a água é lembrada e reconhecida a nível mundial.

Devemos aproveitar estas ocasiões para relembrar que a água é um recurso escasso e essencial, pelo que importa que todos possam tomar consciência da necessidade do seu uso consciente e eficiente.

Não pode ser apenas nestas datas que todos tomamos consciência do valor e relevância deste recurso, porque depende de cada um de nós, no nosso dia-a-dia, poder contribuir para uma maior eficiência na utilização da água.

Na nossa região, e no particular do concelho de Santarém, não existem constrangimentos relevantes no acesso a este bem essencial, mas o fenómeno das alterações climáticas tende a alterar, de forma global, não só a quantidade de água potável, mas também a sua qualidade.

PUBLICIDADE

Existem grandes desafios no domínio da utilização da água, permitindo-me destacar neste texto a necessidade de redução ao mínimo do uso da água potável em actividades que possam ter o mesmo desempenho com águas de qualidade alternativa e de outras origens que não a rede pública de água potável. Este objectivo pode alcançar-se através da promoção da utilização de água da chuva e da reutilização de águas residuais tratadas.

Vamos ter de introduzir, de forma faseada e com o conhecimento antecipado de todos os operadores da construção e cidadãos em geral, exigências de reutilização de água doméstica, para regas, lavagens de exterior e até águas sanitárias, ao nível dos processos de licenciamento.

De igual modo, é necessário desenvolver projectos de reaproveitamento de água residual semi-tratada, por exemplo, na agricultura, potenciando ganhos de eficiência para todos, como recentemente discutimos na Agroglobal, com o apoio de investigadores, agricultores e responsáveis das entidades gestoras dos sistemas de abastecimento e tratamento.

Outra grande luta será no combate às ineficiências dos sistemas de abastecimento, continuando a cruzada contra as perdas de água.

É também com esse intuito, que neste dia, assinalando o Dia Nacional da Água, lançamos a nova app Águas de Santarém, que permitirá que, a partir de um qualquer smartphone, os nossos clientes possam ter acesso à gestão dos seus contratos, comunicar leituras, requerer referências de pagamento, aderir a serviços como a factura electrónica e débito directo, pedidos de apoio e intervenção, aceder às informações sobre a rede, qualidade da água, e como matéria mais importante, poder comunicar ocorrências, seja relativamente ao seu contrato, seja em espaço público, podendo até carregar fotografias.

Porque o uso eficiente da água deve ser promovido e executado por cada um de nós, teremos de, em conjunto e sem excepções, tomar este desígnio como público e coletivo. Só assim conseguiremos preservar este recurso e assegurar que as gerações vindouras continuarão a ter acesso a água potável, em quantidade e qualidade suficientes.

Ramiro Matos

Presidente do Conselho de Administração da Águas de Santarém

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…