Ourém investe 1,7 milhões de euros na construção de centro escolar

O Município de Ourém vai investir 1,7 milhões de euros na construção de um centro escolar, valor que já foi autorizado pelo Tribunal de Contas.

A obra contempla a construção de um jardim-de-infância e de uma escola básica (EB) do 1.º ciclo, que está integrada na área envolvente da EB 2.3 Cónego Dr. Manuel Lopes Perdigão, em Caxarias, freguesia de Ourém, refere a Câmara em nota de imprensa.

O projecto contempla um jardim-de-infância com três salas de actividades e uma EB1 com quatro salas de aula, num investimento estimado em cerca de 1,7 milhões de euros, subsidiado na sua maioria por fundos comunitários.

“A construção do Centro Escolar da Carvoeira terá início no próximo mês, uma vez que a empreitada já mereceu o imprescindível visto do Tribunal de Contas, do qual estava dependente”, revelou o Município liderado por Luís Albuquerque.

O Centro Escolar da Carvoeira vai ser construído em Caxarias e irá receber a educação pré-escolar e o 1.º ciclo, aproveitando a área envolvente da Escola Básica dos 2.º e 3.º ciclos Cónego Dr. Manuel Lopes Perdigão, que tem servido de sede ao Agrupamento de Escolas com o mesmo nome, e que passará a integrar este Centro Escolar.

Segundo a nota da autarquia, este é apenas um dos “inúmeros focos de investimento que o Município tem vindo a fazer com o propósito de garantir as melhores condições à comunidade escolar do concelho”.

“Além do futuro Centro Escolar da Carvoeira, estamos a efectuar melhorias nas escolas do Pisão das Matas, na EB1/JI de Casal dos Bernardos e no Centro Escolar de Santa Teresa (Ourém)”, referiu o presidente Luís Albuquerque, citado na nota de imprensa.

O autarca anunciou ainda que pretende “resolver rapidamente os problemas estruturais detectados nos centros escolares de Freixianda, Misericórdias e Ourém Nascente”.

Nesse sentido, está em curso um processo de accionamento das garantias bancárias inerentes às obras destas infraestruturas, nas quais “foram identificadas insuficiências decorrentes da sua construção”.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS