O Município de Ourém terminou 2021 com a menor dívida a terceiros em quase duas décadas, anunciou hoje a autarquia, adiantando que o prazo médio de pagamento passou a ser de 19 dias.

“As dívidas a terceiros situaram-se num valor na ordem dos 6,4 milhões de euros, o que representa o valor mais baixo do período comparado (2002-2021)”, referiu aquela autarquia .

Na mesma nota adiantou que “o investimento total, direto e indireto, cifra-se em 14,1 milhões de euros, valor que representa um aumento próximo dos 532,5 mil euros face a 2020 e mais 7,7 milhões de euros comparando com 2019”.

O presidente da Câmara, Luís Albuquerque (PSD/CDS-PP), apontou os investimentos no Castelo, no Teatro Municipal ou no Jardim Le Pléssis-Trevise, reconhecendo que estes serão os “mais relevantes”.

Luís Albuquerque salientou, por outro lado, a redução do prazo médio de pagamento de 25 para 19 dias.

O autarca realçou também o resultado líquido do exercício, que foi positivo em cerca de 95 mil euros, “invertendo os dois milhões de euros negativos apurados no ano anterior”.

“Uma Câmara não existe para gerar lucro, mas é relevante este dado”, considerou.

O presidente do Município de Ourém adiantou que as contas de 2021 ainda refletem o impacto da pandemia de covid-19, face à necessidade de “acudir a situações que foram aparecendo, de famílias, empresas, instituições e associações”.

Neste âmbito, salientou a campanha 10.001 noites, destinada a dinamizar o setor da hotelaria e da restauração do concelho. A iniciativa, que termina no dia 30, oferece ainda uma noite extra ao efetuar-se a reserva de uma ou mais noites num alojamento do concelho.

O município destacou, entre outros aspetos, a “inexistência de pagamentos em atraso” e “o grau de execução da receita na ótica das cobranças líquidas”, que se fixou em 98,7%, “superando em grande escala a meta dos 85% definida pelo Regime Financeiro das Autarquias Locais”.

Quanto a 2022, Luís Albuquerque manifestou preocupação com a “drástica diminuição das receitas do Orçamento do Estado”.

Segundo o autarca, a diminuição prevista é de 1,2 milhões de euros comparativamente a 2021, quando o valor arrecadado foi de cerca de 14,2 milhões de euros.

A prestação de contas e relatório de gestão do município de 2021 foram aprovados na segunda-feira por unanimidade pelos eleitos da coligação PSD/CDS-PP – a única vereadora do PS esteve ausente.

O orçamento da Câmara de Ourém em 2021 foi de 48,7 milhões de euros.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…