Pedro Barroso, rock e metal na programação do “Verão In. Str… é um Espanto!” de 24 a 30 de Agosto

Concerto com “Pedro Barroso”, no Largo do Seminário

Mais um grande concerto integrado na iniciativa “Verão In. Santarém… é um Espanto!”, com Pedro Barroso, no dia 24 de Agosto, às 21h45. O cantor e compositor actua no palco do Largo do Seminário.

Com quase 50 anos de carreira, Pedro Barroso foi uma das vozes de Abril, cantor de intervenção e defensor da liberdade.

In. Tradição e In. Movimento

O mundo rural volta a invadir o Centro Histórico, no sábado, dia 25 de Agosto, entre as 10h30 e 12h30, numa co-organização com o Inatel.

Terminamos, assim, o mês de Agosto com o Rancho Folclórico do Verdelho a animar as ruas desta cidade milenar.

Também no sábado, dia 25, o Jardim das Portas do Sol serve de palco, a mais uma aula aberta de yoga, das 11 às 12 horas, em cooperação com a AMA | Federação Portuguesa de Yoga.

Entre as 11 e as 13 horas, no mesmo espaço, há animação desportiva “Pais e Filhos”, organizada pela Decathlon.

“Sábado Teatral”, na Livraria Aqui Há Gato

Para a criançada, a Livraria Aqui Há Gato leva a cabo “Sábado Teatral” entre as 11h30 e as 12h00.

Rock e Metal, no Jardim das Portas do Sol 

No âmbito dos concertos do In. Str não falta o rock e o metal. Na noite de sábado, dia 25 de Agosto, a partir das 21h45, há Battle Session II com Grievence / Black Metal e All Against (New Vibrations e Cordas de Aço), no Jardim das Portas do Sol.

“Grievence” é uma banda das Caldas da Rainha que apresenta um projecto de black metal nacional já com duas décadas por caminhos musicais que vão desde o deserto misterioso e mágico até ao oculto musical.

Já “Os All Against” são uma banda de Thrash metal da zona de Lisboa, estando o núcleo da banda junto desde o ano de 2015. Fazem parte Cristiano Estevão- Drums; Bruno Romão – Rhythm Guitar; André Carvalho – Lead Guitar; Emanuel Carmo – Bass e Rui Miguel – Vocals.

O evento é organizado pelos New Vibrations/Cordas D’Aço.

Cinema e In. Downtown animam ruas do Centro Histórico

Dia 29 de Agosto, quarta-feira, às 21h45, há cinema no Largo Padre Chiquito, numa parceria com o Cineclube, sendo a última sessão ao ar livre deste Verão onde pode aproveitar para assistir a “Tudo Pode Mudar”.

Inspirado no mais recente bestseller da famosa economista canadiana Naomi Klein, intitulado ‘Tudo Pode Mudar: Capitalismo vs. Clima’ (publicado em Portugal pela Presença), este filme apresenta-nos vários impressionantes retratos de comunidades na linha de frente das questões ambientais, desde as terras indígenas americanas das Tar Sands no Canadá, à costa sul da Índia e Europa, ameaçadas pela mineração, até à China poluída e aparentemente indiferente à mudança.

Ao longo do filme, Klein constrói uma emocionante e controversa tese de mudança do paradigma económico da actualidade: podemos aproveitar a crise causada pelas mudanças climáticas para transformar o nosso sistema económico falido em algo radicalmente melhor? Provocante, atraente e acessível, este filme deixa-nos inspirados e revigorados para um novo olhar sobre as questões ambientais e económicas.

Também na última quinta-feira do mês de Agosto, dia 30, o evento In. Downtown que tem animado o Verão nos meses de Julho e Agosto, despede-se.

A partir das 21h45, na Praça Velha, La Fontinha apresenta “Sonho Lindo”.

No Largo Padre Chiquito não falte a “À conversa com Etérea + Concerto Acústico”. Um espectáculo em acústico com novos arranjos musicais num ambiente intimista, misturando melodias e sonoridades clássicas e góticas.

Temos ainda uma performance do Teatro Leitura Encenada “T1”, no Pátio 102 e fados, no TasCá.

In. Cidade – Visitas guiadas temáticas – “360º na Alcáçova”

Do programa do “Verão In. Str… é um Espanto!” destaque também para as visitas guiadas temáticas a título gratuito.

Em setembro, dia 01, oportunidade de conhecer melhor a Alcáçova com o percurso “360º na Alcáçova”, a partir das 9h30, nas Portas do Sol.

A Alcáçova de Santarém, local hoje conhecido como Jardim Portas do Sol foi um local estratégico para o crescimento da cidade e, actualmente, continua a sê-lo, para a compreensão da sua evolução.

Um percurso pelos seus vários pontos de visita permite-nos ter uma visão abrangente deste local em concreto, mas também da própria cidade e da sua envolvente, aliando espaço de lazer e de descoberta.

Para esta visita é necessário efectuar marcação no Posto de Turismo, através  do email: turismo@cm-santarem.pt ou através do telefone 243 304 437.

ScalaBus In.Str

Viaje pelo Centro Histórico de Santarém com o ScalaBus In. Str, até 08 de Setembro, numa parceria com a Rodoviária do Tejo.

As viagens são gratuitas (uma às 10 horas e outra às 11h30) no mini-autocarro que permite à população e visitantes fazerem um circuito turístico pela cidade, de quarta-feira a domingo.

Este ano, o percurso pode ser descarregado através de um QR Code ou em instr.cm-santarem.pt no ícone mapa – ScalaBus In.Str e ainda na APP da autarquia scalabitana.

O percurso disponível em português, espanhol e inglês permite uma interactividade entre o visitante e o Centro Histórico de Santarém. O mesmo, quando descarregado, permite no futuro, visitar os pontos mais emblemáticos do Centro Histórico a pé e obter todas as informações históricas sobre os locais.

Expo Coletiva In. Artes – Palácio Landal

O Palácio Landal, em Santarém é palco da Expo Coletiva In. Artes, com obras de todos os artistas que integraram o In. Artes, nas diferentes galerias, desde a primeira edição do “Verão In Str… é um Espanto!” em 2015.

A exposição, que pode ser visitada até 23 de Setembro, nas três salas do Palácio Landal e é composta por pinturas, desenhos e esculturas. 

Exposição “Tejo…Vida e Agonia de um rio”, nas Portas do Sol

O Jardim das Portas do Sol é cenário da exposição fotográfica de rua “Tejo…Vida e Agonia de um rio”, com curadoria de Paulo Semblante Mendes, patente até 14 de Setembro.

São 28 fotografias distribuídas por quatro painéis/módulos temáticos: Memórias – Fotos de José Gaspar; Paisagem – Fotos de António Ribeiro; Avifauna – José Freitas e Poluição – Fotos de Arlindo Consolado Marques.

A exposição é constituída por um conjunto de fotografias, que retratam e representam a visão dos autores sobre o rio Tejo, bem como, e através da imagem, as suas preocupações e que ao mesmo tempo consciencializam para a conservação do rio e seu ecossistema como património a preservar.

info, ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS