Peregrinação de 13 de Maio em Fátima presidida pelo arcebispo de Brasília

 O cardeal Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília, vai presidir à peregrinação de 13 de Maio no Santuário de Fátima, enquanto o arcebispo do Panamá, José Domingo Ulloa, presidirá à peregrinação internacional de Outubro.

“A escolha de dois prelados da América Latina, onde a espiritualidade mariana é muito forte, traduzindo-se numa presença constante de peregrinos na Cova da Iria – só em 2019 anunciaram-se nos serviços do Santuário 227 grupos do Brasil e três do Panamá, num total de 8. 230 peregrinos – deve-se à crescente proximidade entre duas realidades da Igreja tão distintas, mas que o Papa Francisco tem procurado unir”, refere uma nota do Santuário divulgada, justificando o convite ao cardeal brasileiro e ao arcebispo panamiano.

Sérgio da Rocha é cardeal desde 2016, é natural de São Paulo e fez toda a formação teológica no Brasil, tendo feito o doutoramento em Teologia Moral na Academia Alfonsiana da Universidade Pontifícia Lateranense, em Roma. Esta será a primeira vez que presidirá a uma grande peregrinação em Fátima.

O arcebispo Ulloa, da Cidade do Panamá, tem participado em algumas celebrações em Fátima, embora nunca tenha presidido a uma Peregrinação Internacional Aniversária, informou o Santuário, que sublinha que este prelado “foi um dos grandes entusiastas da deslocação da Imagem número 1 da Virgem Peregrina de Fátima ao Panamá, aquando da última Jornada Mundial da Juventude, de que foi coordenador”. Lidera aquela arquidiocese desde 2010.

Quanto à peregrinação de 13 de Agosto, que regista habitualmente um grande afluxo de emigrantes, o convite para a presidência recaiu sobre o bispo de Fall River, nos Estados Unidos, o brasileiro Edgar da Cunha.

Este bispo fez toda a sua formação académica nos Estados Unidos, tendo sido bispo auxiliar de Newark, no estado norte americano de New Jersey, onde reside uma forte comunidade portuguesa, mas de origem continental, do centro e norte do país. Já em Fall River, reside uma grande comunidade luso descendente, oriunda do arquipélago dos Açores, particularmente da ilha de São Miguel.

Quanto às outras peregrinações internacionais do ano ao Santuário da Cova da Iria, a de Junho será presidida por Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa e coordenador geral da Jornada Mundial da Juventude que decorrerá em Lisboa no verão de 2022, a de Julho terá a presidi-la o bispo auxiliar do Porto Vitalino Soares, enquanto em Setembro a presidência das cerimónias da peregrinação caberá ao novo Núncio Apostólico da Santa Sé, em Portugal, Ivo Scapolo.

Outro momento importante do verão no Santuário será a peregrinação das crianças, no dia 10 de Junho, que este ano vai ser presidida pelo bispo de Setúbal, José Ornelas.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS