A proposta de Plano Estratégico para o Sistema de Saneamento de Alcanena, que se encontra em consulta pública até dia 12, prevê um investimento faseado de 10,3 milhões de euros até 2030.

A proposta, que deverá ter uma versão final até 19 de Março, será ainda apreciada pelos órgãos municipais, pelo grupo de trabalho criado pela Agência Portuguesa do Ambiente e pelo Conselho Consultivo da Aquanena, empresa municipal que gere os sistemas de saneamento e de abastecimento de água do concelho desde 2019, após o resgaste da concessão à associação de utilizadores.

Em comunicado, a Câmara de Alcanena refere que o plano, apresentado no passado dia 25 de Fevereiro aos membros do Observatório Ambiental de Alcanena, “engloba a realização de um vasto conjunto de obras em todo o sistema”, numa “perspetiva integrada para a identificação de uma solução sustentada para o concelho”.

PUBLICIDADE

A maior parte das intervenções previstas ocorrerá já na primeira fase, na Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), prevendo-se ainda investimentos “desde a origem dos efluentes nas unidades industriais, passando por intervenções de robustecimento e resiliência do sistema de drenagem doméstico e industrial (coletores e outros equipamentos associados)”.

Quando for concluída a versão final do Plano Estratégico, iniciar-se-á um processo para “encontrar financiamentos para as várias fases de investimento”, lê-se na nota.

Entre as várias possibilidades, o município está a avaliar a apresentação de candidaturas ao atual quadro comunitário de apoio 2014-2020, bem como a integração de propostas no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) ou em futuros quadros comunitários.

No limite, admite recorrer “a empréstimo para a execução de algumas obras consideradas mais prioritárias”, é acrescentado na nota.

O sistema de tratamento de águas residuais de Alcanena, que recebe, além dos efluentes domésticos, os provenientes das indústrias, sobretudo de curtumes, tem vindo a ser responsabilizado por problemas ambientais, não só no rio Alviela, mas também pelos maus cheiros sofridos ciclicamente no concelho, atribuídos às elevadas cargas poluentes que chegam à ETAR.

A proposta de Plano está disponível para consulta nos meios digitais da Aquanena (www.aquanena.pt) e do município (www.cm-alcanena.pt) e os contributos podem ser enviados para os e-mails geral@aquanena.pt  e geral@cm-alcanena.pt.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…