Prisão preventiva para homem suspeito de agredir mulher com machado

Um homem de 36 anos, do Entroncamento, vai aguardar julgamento em prisão preventiva por estar fortemente indiciado pelo cometimento do crime de violência doméstica. Os factos que levaram a esta decisão remontam entre os dias 12 de Dezembro de 2018 e 8 de Fevereiro de 2019.

O suspeito foi detido na sequência de mandados de detenção por emitidos pelo Ministério Público da 3.ª Secção do DIAP de Tomar. Foi presente a primeiro interrogatório judicial no dia 9 de Fevereiro, e ficou em prisão preventiva por o Tribunal considera existirem perigos de fuga, continuidade da actividade criminosa e de perturbação da tranquilidade pública.

Segundo a Procuradoria da Comarca de Santarém, o arguido, residente na cidade do Entroncamento com a sua companheira e três filhos menores, “não aceitou que esta tivesse terminado a relação. Por via disso, no aludido período, agrediu-a por duas ocasiões, numa delas com recurso a um machado e, posteriormente, perseguiu-a e enviou-lhe centenas de mensagens escritas, algumas delas com ameaças de morte”.

A investigação do processo prosseguirá na referida secção do DIAP de Tomar, especializada na investigação de crimes de violência doméstica.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta