A programação cultural de Verão em Santarém arrancou no passado sábado, à noite, no Largo do Seminário, com o festival de folclore “Da aldeia à cidade”, prolongando-se até 23 de Setembro, com dezenas de eventos na cidade e nas freguesias.

Sob o lema “Do Solstício ao Equinócio”, a programação de Verão In.Str aposta este ano na ligação da cidade às freguesias rurais, esteando-se às seis vilas do concelho – Alcanede, Alcanhões, Amiais de Baixo, Pernes, Tremês e Vale de Santarém -, que vão receber residências artísticas itinerantes, no âmbito da programação em rede da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT).

O espectáculo do passado sábado, promovido pelo Rancho Folclórico de Vila Nova do Coito, em homenagem ao antigo vereador da Cultura do Município, etnógrafo e ex-director do grupo, Vítor Gaspar, antecipou a abertura oficial, que aconteceu na terça- feira, 21 de Junho, dia em que começou o Verão, com circo de fogo pelos Human’Art e um brinde solsticial no Largo do Seminário.

Ao longo de três meses, Santarém volta a ser palco de espectáculos (de música, teatro e dança), feiras, recriações, animação de rua, cinema, etnografia, bem como do festival de Estátuas Humanas e de uma noite de observação dos astros, entre outras iniciativas, procurando recuperar uma dinâmica iniciada há oito anos e interrompida devido à pandemia da covid-19.

Promovida pela Câmara Municipal de Santarém, a programação envolve, desde o seu início, em 2015, os agentes culturais do concelho, contando, nesta edição, com as parcerias das freguesias, da Fundação Inatel, do Museu Diocesano de Santarém, da Sociedade Recreativa Operária, do Conservatório de Música de Santarém, entre outros agentes e instituições do concelho.

Segundo o Município, a Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário) e o Largo Visconde Serra do Pilar (Praça Velha) serão dois palcos privilegiados no centro histórico da cidade, sobretudo para os eventos programados para as noites de sábado.

Entre os espectáculos agendados para estes locais, contam-se a Serenata Monumental, do Centro Cultural Regional de Santarém, e o concerto dos Charruas com Dany Silva, dos Vulture de Portugal, de Maro, os tributos a Michael Bublé e aos Génesis, bem como as actuações de Olavo Bilac, Surma, Bandas Sonoras de Filmes e Pierre Aderne com a Rua das Pretas.

As manhãs de sábado serão dedicadas à etnografia e ao folclore, com as ruas do centro histórico a acolherem os usos e costumes, música, dança, gastronomia e a recriação de actividades agrícolas campesinas por 10 grupos da região, numa parceria com o Inatel.

Ainda aos sábados, a Rua Serpa Pinto enche-se de artesanato, entre as 10:00 e as 17:00, e o Jardim Portas do Sol recebe a “Barrica dos Livros”, onde se podem levantar e devolver livros para as leituras de Verão.

As quartas-feiras, sob programação do Cineclube, serão de cinema, destacando o município o ciclo dedicado ao género musical, projectado no espaço junto às Piscinas Municipais, no Sacapeito.

Às quintas-feiras, a programação oferece espectáculos rotativos no Jardim da Biblioteca Municipal (guitarra clássica), na Fonte das Figueiras (jazz), no Largo dos Leões (música dos anos 50 e 60) e no bairro de São Domingos (teatro de rua e pequenos concertos). As “Cortes & Lendas”, agendadas para 01 a 03 de Julho, no Convento de São Francisco, a I Semana do Piano de Santarém, de 08 a 14 de Julho, com organização do Conservatório de Música de Santarém, o Festival de Handpan, de 02 a 04 de Setembro, promovido pela Associação Movimento Aberto, no Convento de São Francisco, o PICTORIN, de 05 a 10 de Setembro, na Incubadora de Artes e no centro histórico, e o Festival Internacional Celestino Graça, de 06 a 11 de Setembro, na Casa do Campino, são outros eventos programados.

De 05 a 07 de Agosto, Santarém volta a acolher o Festival de Estátuas Humanas, contando esta terceira edição com 11 estátuas criadas nas residências artísticas promovidas em 2021 pela CIMLT nos onze municípios associados mais quatro estátuas humanas por artistas convidados que foram distinguidos a nível nacional e internacional.

Na noite de 06 de Agosto, entre as 21:30 e a meia-noite, o Museu Diocesano de Santarém realiza a III Observação Astronómica nocturna, ajudando a identificar planetas, aglomerados estelares, estrelas duplas, nebulosas, galáxias e, ainda, satélites artificiais. A cultura avieira vai ser o tema da exposição de fotografia patente nas ruas do centro histórico, com 50 imagens afixadas em janelas e varandas, em mais uma edição dos “caminhos das artes”, que inclui também uma exposição de pintura, de pequenos formatos, de Francisco Pereira, no Palácio de Landal.

Além das residências artísticas “Dançar com … Vindimas” e “Arte Urbana”, as vilas acolherão, ainda, os projectos “Arruar” e “Cantar a Terra”, pelos Segue-me à Capela, afirma a nota.

O município salienta que o Verão In.Str “nasceu da vontade dos agentes culturais de Santarém e do município, tendo ajudado a criar um método de participação na programação cultural da cidade, agora também alargado a todo o concelho”, e que se distingue por se assumir como “Feito em Santarém”.

Aos agentes culturais envolvidos pediu-se que apresentassem propostas estéticas que mostrem a sua realidade artística, promovendo um encontro entre todos que ajude a reencontrar o espírito da cidade, do seu centro urbano antigo, que “já foi grande entre todas as cidades e vilas de Portugal”, assim com das novas centralidades da cidade e as vilas de Santarém.

Música no centro histórico

A noite de hoje, sexta-feira, 24 de Junho, vai ser totalmente dedicada à música. Assim, a partir das 21h00, o Palácio de Landal, localizado no conhecido Largo Padre Chiquito, recebe um concerto de fados de Coimbra, organizado pela Sociedade Recreativa Operária.

Pouco depois, na mesma noite de sexta-feira, 24 Junho, a partir das 22h00, no Largo Visconde Serra do Pilar, popularmente conhecido como Praça Velha, vai acontecer mais um espectáculo musical. Desta vez, o palco vai pertencer aos Alminhas Danadas, grupo que promete animar a noite escalabitana.

Folclore e tradição nas manhãs de sábado

Durante a manhã de sábado, 25 de Junho, a partir das 10h30, as ruas do centro histórico vão ser o palco privilegiado das danças tradicionais do Rancho Folclórico Casa do Povo de Glória do Ribatejo.

O conceito designado por In.Tradição decorrerá todos os sábados de manhã, entre 25 de Junho e 17 de Setembro, pelo centro da cidade, passando pelo Largo do Seminário, Rua Capelo Ivens, Rua 1.º de Dezembro, Praça Velha, Rua Serpa Pinto, terminando no Largo do Seminário.

De recordar que esta linha programática foi introduzida em 2016 na iniciativa In. Santarém, sendo dinamizada pela Fundação Inatel e visando envolver os Centros de Cultura e Desporto (CCD) da região actuantes na área da etnografia, da música tradicional e na salvaguarda do Património Cultural Imaterial.

Tem sido, assim, lançado o desafio aos grupos CCD Inatel de recriarem uma forma diferente de apresentação das suas actividades, permitindo-lhes também estimular a diversificação das suas apresentações.

A programação consiste, essencialmente, em animação cultural itinerante de curta duração, em vários locais do centro histórico da cidade nas manhãs de sábado, entre Junho e Setembro, promovendo uma interacção espontânea com a comunidade. Esta iniciativa é, também, uma forma de apoiar o associativismo obtendo uma resposta directa e activa por parte dos CCD Inatel, proporcionando-lhes diferentes espaços de actuação e divulgação do trabalho que desenvolvem.

Paulo Patrício apresenta Fados e Gargalhadas com Amália & Companhia

O Bairro de São Domingos, acolhe também a 25 de Junho, entre as 10h30 e as 12h30, uma animação de rua da responsabilidade do conhecido actor natural de Santarém, Paulo Patrício. O artista conta-nos a história de Ernesto Miguel, nascido e criado numa casa de fados de Alfama. Uma certa noite já tardia, e durante uma sessão de fados e guitarradas, um ou outro chouriço assado e alguns copos de tinto (dizem…), decide com a ajuda de um boneco (ou não andasse também ele sempre a falar para o boneco) fazer reviver a maior voz de sempre do Fado Português, Amália Rodrigues a nossa “Rainha do Fado”.

E se toda a Rainha tem sempre um Bobo ao seu dispor, claro que não poderia haver ninguém mais estapafúrdio que o próprio do Ernesto para a acompanhar. Porque rir é urgente e essencial, esta é uma nova e muito divertida forma de se ouvir fado, na voz da saudosa Amália Rodrigues.

Serenata com fados de Coimbra

Na noite de 25 de Junho, a Serenata Tradicional de Santarém do Grupo Guitarra e Canto de Coimbra acontece a partir das 22h00, no Largo do Seminário. O grupo de influências coimbrãs que integra o Centro Cultural Regional de Santarém, vai contar com as colaborações dos agrupamentos ‘Campa Rasa’ e ‘In Memorium’, sendo este último constituído por actuais estudantes de Coimbra, que descem até à antiga capital do Ribatejo para mostrar a arte musical criada e desenvolvida na cidade mais estudantil de Portugal.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…