O jornalista da revista “Audácia”, Fernando Félix, publica o livro solidário “14 anos – 14 histórias” cujas verbas angariadas pretendem ajudar na recuperação do menino Santiago.

“Até aos 5 anos, o Santiago era uma criança como as outras, alegre, cheio de vida, saudável e feliz, mas naquele fatídico dia 14 de Maio de 2013, o menino caiu numa fossa séptica sem que ninguém se apercebesse, ficando bastante tempo sem oxigénio no cérebro, o que lhe provocou paralisia cerebral grave”, refere uma nota enviada ao Correio do Ribatejo.

Fernando Félix, jornalista redactor da revista Audácia, e a esposa, Maria José, que também colabora na revista missionária infanto-juvenil publicada pelos Missionários Combonianos, conheceram o Santiago Rodrigues, de 13 anos, natural de Vale Carneiro, Tomar, através da televisão.

Com o acidente, o Santiago ficou tetraplégico, sem falar, sem andar e com visão muito reduzida. O Santiago precisa de reabilitação neurológica e na clínica cada mês de tratamentos custa 1500 euros.

A Maria José e o Fernando Félix visitaram o Santiago Rodrigues e a família, e puderam testemunhar “a dedicação e a aflição do quotidiano naquela casa”.

Este casal pensou numa hipótese de contribuir na recuperação e avançou com a edição de um livro de contos. Nasceu, assim, o livro “14 anos – 14 histórias”, com um objectivo solidário e todo o valor recolhido vai ser entregue ao Santiago Rodrigues.

O livro tem 14 histórias, porque o Santiago fez 14 anos a 23 de Dezembro e alguns dos contos baseiam-se em características da personalidade dele e outros vão buscar inspiração à realidade da deficiência ou dependência do menino.

O livro “14 anos – 14 histórias” será entregue ou enviado a quem fizer uma oferta a partir de ‘7 SANTIAGOS’.

As páginas dedicadas ao Santiago Rodrigues, em que se pode conhecer e acompanhar a situação, são: https://vamosajudarosantiago.blogspot.com e www.facebook.com/todospelosantiagotomar.

Ao Santiago não falta o amor da família, que tudo tem feito por ele. A avó deixou de trabalhar para acompanhar o Santiago 24 horas por dia. Mas o esforço é enorme, e a família necessita de solidariedade e proximidade, para não sucumbir nem ao cansaço, nem ao desalento.

Há uma rede de amigos que ajuda a recolher fundos para custear os gastos, com as terapias de reabilitação neurológica, a terapia da fala e outros tratamentos
Para este livro, outro grupo de amigos generosos imaginaram catorze histórias – que doze escreveram e sete ilustraram –, algumas delas baseadas em características da personalidade do Santiago.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…