A Câmara de Santarém vai abater cinco exemplares arbóreos de Tília tomentosa, dois no Jardim das Portas do Sol, e três no Jardim da República, devido ao risco de queda das árvores.

A decisão foi tomada após a realização de um estudo de avaliação do estado fitossanitário de 16 árvores, nos espaços verdes da cidade, ao Laboratório de Patologia Vegetal Veríssimo de Almeida, do Instituto Superior de Agronomia.

A avaliação revelou que o mau estado fitossanitário destas árvores compromete a sua estabilidade mecânica, havendo risco de queda devido ao grande porte destes exemplares.

PUBLICIDADE

Os trabalhos que arrancaram esta segunda-feira, 23 de Novembro, devem prolongar-se por duas semanas, devido à necessidade do acompanhamento arqueológico.

Nos locais onde as árvores foram abatidas, os trabalhadores do Município vão plantar, no imediato, novos exemplares.

PUBLICIDADE
Leia também...

Chuva está de regresso e coloca Santarém sob aviso amarelo

A chuva está de regresso ao distrito de Santarém a partir desta…

Aviso amarelo para o distrito de Santarém devido a temperaturas baixas

O tempo frio levou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera…

Câmara de Santarém instala 150 “caixas-ninhos” no concelho

A Câmara Municipal de Santarém está a instalar 150 “caixas-ninhos” identificadas e…

Frio mantém distrito de Santarém em aviso amarelo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera vai manter o distrito…