Step 2 Duplicate chega a Santarém

A performance de dança contemporânea do criador escalabitano, Nuno Labau, chega ao Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, esta sexta-feira, dia 22 de Novembro, às 14h30.

A separação do “eu” originada pela cópia incessante dos comportamentos de outros nas redes sociais é o conceito que dá o mote a Step 2 Duplicate.

A performance de dança contemporânea, co-prodizida pela instituição que agora a acolhe para uma apresentação ao público da região do Ribatejo, coloca em cima do palco música, vídeo e corpos em movimento, um movimento que após ser executado uma primeira vez, é apropriado por outros, até se descaracterizar. Também em palco está o público. A performance tem a duração de 50 minutos e a entrada é livre.

Com quatro bailarinos em palco – Gonçalo Lino Cabral, André Vasconcelos, Janice Palma e Jonathan Taylor – e um quinto intérprete, a criação de Nuno Labau, Step 2 Duplicate, coloca em cena a duplicação dos indivíduos, e das suas relações interpessoais, nas várias redes que a sociedade atual se habituou a usar. O ecrã, a imagem por ele mediada e os sons característicos das plataformas digitais fazem parte desta nova criação da Associação Cultural Vaca Magra. O envolvimento com a comunidade é uma das tónicas desta performance, que num olhar sobre a gestão das relações interpessoais na era do pós-digital, faz do público simultaneamente audiência e actor, aproximando-o da apresentação em palco.

Segundo o jovem criador Step 2 Duplicate “é uma representação das vivências actuais, uma abordagem às novas relações humanas permitidas pelas plataformas digitais, onde o que se inscreve, nem sempre corresponde ao real. Esta peça de dança, de carácter multidisciplinar constitui, também, um paralelismo com o conceito de pressão de pares, associada ao que escolhemos mostrar de nós mesmos e a forma como essas escolhas influenciam depois as escolhas dos outros.” E acrescenta “É, de forma mais prosaica, a mentalidade de rebanho…”.

A sonoplastia da performance está a cargo de João Casaca, músico, produtor e membro da banda escalabitana Vulture. Miguel Mateus é o responsável de vídeo. A Leston Design está a cargo da iluminação e das projecções de vídeo.

Após a apresentação em Santarém, no dia 22 de Novembro, em 2020 a performance de dança contemporânea vai estar a 15 de Fevereiro no Musibéria, em Serpa, e até Março do mesmo ano vai também marcar presença no Espaço 13, em Ponta Delgada.

A criação de Step 2 Duplicate contou com a co-produção do Programa Santarém Cultura/Teatro Sá da Bandeira e com o apoio em residências artísticas de organizações relevantes na área da dança contemporânea em Portugal, caso da Companhia Olga Roriz, em Lisboa, de O Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo, e do 23 Milhas, em Ílhavo. Step 2 Duplicate teve apoio ao financiamento da Fundação GDA.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS