VÍDEO | Helena Stoffel homenageada com atribuição do seu nome a uma rua de Santarém

Maria Helena Domingues Ferreira Stoffel Lemos, por todos conhecida como Helena Stoffel, foi hoje homenageada pela União de Freguesias da Cidade de Santarém e Câmara de Santarém com a atribuição do seu nome a uma rua da cidade, em reconhecimento pela sua “dedicação à causa pública” e pelo seu importante papel “no enriquecimento da democracia e do poder local em Santarém”.

Helena Stoffel mudou-se para Santarém em 1961 quando o marido foi transferido para o Banco Nacional Ultramarino em Santarém. Formou-se aos 18 anos pela Escola Magistério Primário de Lisboa e lecionou em várias aldeias do distrito de Santarém desde essa idade.
Posteriormente, licenciou-se em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa e lecionou na Escola do Magistério Primário de Santarém, onde também foi diretora até à sua extinção.


A sua vida esteve sempre ligada à docência que utilizou de forma elevada.
No desempenho das suas funções, foi sempre uma referência pela excelência e relevância do trabalho, que desenvolveu, quer na área do ensino, quer em cargos associativos e culturais que assumiu em prol da comunidade.
Do seu percurso político destaca-se o exercício de membro da Assembleia Municipal de Santarém de 1976 a 1979, e em 1980 o de vereadora para a área da Educação, cargo que ocupou durante seis anos, nomeada pela Câmara Municipal participou em todos os atos eleitorais como membro das mesas eleitorais de 1976 a 2005 onde exerceu todos os cargos de escrutinador a presidente.
Militante do Partido Social Democrata, mulher simples, cidadã exemplar, dedicada à causa pública, destaca-se pelo seu importante papel no enriquecimento da democracia e do poder local em Santarém.
Como cidadã, lutou e reivindicou pelos interesses da sua terra e da região, empenhando-se de uma maneira muito especial em tudo o que fazia. Serviu Santarém com dedicação e carinho, de uma forma simples e direta, tendo exercido cargos de direção, a convite de Pedro Canavarro integrou a direção do Circulo Cultural de Santarém, em 1986, tendo exercido esse cargo durante 21 anos. Ainda em 1986 integrou a direção da Banda dos Bombeiros de Santarém, cargo que exerceu durante nove anos. Em 1990 integrou a Mesa da Santa Casa da Misericórdia de Santarém, tendo ainda assumido funções de diretora da Casa do Professor se Santarém.
“Não só pela sua obra, recordamo-la também pela pessoa que é, uma mulher nobre na maneira de ser, de sorriso constante, a generosidade que a caracteriza, a humildade e a doçura da sua expressão realçam o seu perfil de pessoa afetuosa e geradora de consensos desprovida de vaidades e de ambições pessoais”, afirmou o presidente da União de Freguesias da Cidade de Santarém, Carlos Marçal.

PUBLICIDADE


A “Rua Drª. Helena Stoffel (Autarca)” tem início na Rua de Olivença e vem terminar nesta mesma rua.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS