VÍDEO | Quartel da GNR de Alcanena renovado ao fim de 20 anos

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, inaugurou esta terça-feira, 9 de Julho, o novo quartel da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Alcanena, num investimento de 450 mil euros da administração central e contou com o apoio do município, permitindo fechar as instalações “degradantes” em que os militares se encontravam desde 1921.

As obras de adaptação do edifício adquirido em 2015 pela Câmara de Alcanena à EDP iniciaram-se há um ano, tendo o município cedido as instalações ao MAI.

Eduardo Cabrita afirmou ser com “muita alegria” que viu resolvido em dois anos um problema com mais de 20 anos e realçou o impacto da Lei de Programação de Investimentos, que disponibiliza, entre 2018 e 2021, uma verba de 450 milhões de euros para investimento nas forças e serviços de segurança.

Segundo o ministro, neste momento existem cerca de 80 instalações das forças de segurança em várias fases de intervenção, realçando as que estão em curso no distrito de Santarém.

A presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira, lembrou os mais de 20 anos de “muitos contactos, reuniões, insistências”, com o avanço da obra esta terça-feira inaugurada a ser desbloqueado depois da visita que a secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto, realizou ao concelho em 2016.

Tal como prometido há um ano, na assinatura do auto de consignação, Fernanda Asseiceira entregou hoje ao posto territorial uma viatura, reafirmando o apelo para que haja reforço de efectivos da GNR.

Na mesma sessão, o ministro presidiu à entrega das últimas 25 viaturas para a Unidade de Protecção e Socorro da GNR (destinadas aos distritos de Bragança, Viseu e Aveiro), a qual diz ser uma “componente essencial” no combate aos incêndios rurais.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS