VÍDEO | União de Santarém teve de puxar dos galões para ultrapassar um União de Almeirim renovado

A União Desportiva de Santarém (UDS), que jogou com a sua segunda linha, encontrou na primeira eliminatória da Taça de Portugal um União de Almeirim (UFCA) com muitas caras novas, no seu primeiro jogo oficial realizado no Estádio D. Manuel de Mello, no domingo 8 de Setembro, pelas 17h00.

Resumo do jogo entre União de Santarém e União de Almeirim

(Imagens: União de Almeirim)

Apesar da diferença de ritmo e qualidade a equipa almeirinense não deixou os escalabitanos irem embora com uma vitória fácil. O resultado fixou-se no 2-3, com a UDS a passar à próxima fase da prova.

O início do jogo começou com um minuto de silêncio em memória de José Galego, antigo presidente do União Futebol Clube de Almeirim.

O início da partida fica marcada pela avalanche ofensiva da UDS que chegou com perigo à baliza adversária por duas vezes nos primeiros quinze minutos. Mas foi o União de Almeirim a chegar primeiro ao golo através de Filipe com um remate de fora da aérea sem hipóteses para o guarda-redes da UDS, Coli.

A resposta da UDS foi quase imediata! Numa jogada pelo flanco direito, a bola chega ao extremo Tomás Cardoso (UDS) que cruza atrasado para Pedro Augusto (UDS) e num remate de primeira chuta para o poste mais afastado deixando João Bernardo pregado ao chão e faz o golo do empate.

Até ao intervalo as equipas foram criando algumas situações de perigo sendo que a partir dos 35 minutos o jogo tornou-se mais físico e com as equipas a tentarem chegar à baliza do adversário através de um jogo directo.

A segunda parte começa com a UDS a ir atrás do resultado e a empurrar o UFCA às cordas. O UFCA respondeu à investida com um remate traiçoeiro de Filipe a obrigar Coli a aplicar-se e dando o canto ao adversário. Na conversão do canto a bola chega a Bernardo Oliveira que com um cabeceamento colocou a bola no poste.

Aos 51 minutos da partida, um jogada individual de Pedro Augusto termina com golo apoteótico, que remata fora da área e deixa o guarda-redes do UFCA sem qualquer hipótese de defesa e faz o 1-2.

Aos 58 minutos do jogo, a UDS consegue consegue ganhar um livre frontal para a baliza adversária. André Pires converteu-o de forma exemplar com a bola a entrar no ângulo superior direito fazendo assim o 1-3.

O UFCA reagiu à pressão e correu atrás do resultado, estando por cima nos minutos finais da partida. Filipe e Palhoto foram os mais inconformados da equipa da casa que com vários remates de fora da área tentaram chegar ao golo.

À entrada para os minutos de compensação, uma discussão entre Filipe (UFCA) e Fabinho (UDS) exaltou os ânimos, acabando com a expulsão de Jefferson (UFCA) por agressão a Hugo Grilo (UDS), o que levou o União de Almeirim a acabar com dez jogadores.

No minuto final, numa jogada mal controlada, Coli acaba por esticar as mãos e derruba Persi na área levando à marcação de pontapé de penalti. Na conversão da marca dos 11 metros, Filipe não deu hipótese a Coli e marcou para o lado contrário do guarda-redes adversário.

O jogo terminou em 2-3. A União de Santarém, que fez o seu quarto jogo oficial, foi superior ao almeirinenses em grande parte do jogo que caíram de pé frente a um adversário difícil e de muita qualidade.

Golos: 2-3 – Filipe Pereira (16′ e 90+6′(p)), Pedro Augusto (17′ e 51′) e André Pires (58′) | Ao intervalo: 1-1 | Resultado final: 2-3.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS