Trinta e um reclusos do Estabelecimento Prisional de Alcoentre estão infectados com o coronavírus SARS-CoV-2, tendo o primeiro caso sido detectado em 25 de Novembro, informou hoje a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

Segundo adianta a DGRSP, a situação vivida no Estabelecimento Prisional de Alcoentre constitui “a única situação de surto existente no sistema prisional”.

A DGRSP esclarece que, seguindo o definido no seu plano de contingência, em 25 de Novembro foram testados todos os reclusos do EP de Alcoentre, após se ter detectado um caso positivo de infecção com SARS-CoV-2, o coronavírus que provoca a doença covid-19.

“Desta testagem geral resultou mais 21 reclusos positivos o que perfez, num primeiro momento, um total de 22. Destes 22 casos positivos, 10 estão no Hospital Prisional de são João de Deus e 12 na unidade de Covid do Estabelecimento Prisional do Porto”, precisa a DGRSP.

Entretanto, acrescenta a DGRSP, na sequência do plano de contingência e de acompanhamento constante da situação no EP de Alcoentre foi possível detectar, no último fim de semana, a existência de mais nove casos positivos, o que elevou para 31 os casos positivos naquela prisão.

“Estes reclusos positivos, seguindo o delineado no plano de contingência, estão a ser encaminhados para as unidades covid existentes no Hospital Prisional de São João de Deus e no Estabelecimento Prisional do Porto”, sublinha a DGRSP.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…