“A Música Portuguesa a Gostar dela Própria” apresentada por Tiago Pereira em Santarém

Na próxima sexta-feira, dia 12 de Outubro, pelas 21h30, o Centro Cultural Regional de Santarém recebe o realizador, documentarista e mentor do projecto “A Música Portuguesa a Gostar dela Própria”, Tiago Pereira, que vem apresentar este seu projecto que percorre e descobre no país, de Norte a Sul, manifestações de cultura imaterial como a música, rituais e performances que exploram o conceito de tradição e memória colectiva.

A apresentação de “A Música Portuguesa a Gostar dela Própria”, pelo autor deste projeto que corre na RTP, contará com palestra e projecções de vídeo surpreendentes, de recolhas de músicas e tradições da cultura popular portuguesa, realizadas pelo próprio e terá lugar no Fórum Actor Mário Viegas em Santarém.

Muitos são já os documentários realizados por Tiago Pereira, filho do músico Júlio Pereira, com protagonistas da região do Ribatejo, mais concretamente 64 projectos, que podem ser vistos em 84 vídeos, como por exemplo com o grupo Três Bairros, com o campino José Mimoso, com a Associação Cultural e Etnográfica Gentes de Almeirim ou com as Gaitas da Golegã, entre outros.

PUBLICIDADE

Imaginemos um Youtube focado na música portuguesa do século XXI, onde todos os filmes têm a mesma estética e onde se procura aquilo que é mais raro e têm tendência a desaparecer e onde se grava as pessoas reais, tal como são, sem artifícios ou maquilhagem e ainda se pode ver a paisagem como algo em contínua transformação, tudo isso é “A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria”, como se define na sua plataforma online, onde podem ser vistos os vídeos.

Uma Associação que tem, desde 2011 com o trabalho do realizador Tiago Pereira, vindo a criar uma consciencialização para o conhecimento e importância de um património vivo e muitas vezes esquecido de tradição oral, cantigas, romances, contos, práticas sacro-profanas, músicas, danças e também gastronomia. “Esta consciencialização, que é essencialmente um mecanismo de alfabetização da memória, lembra-nos de que é urgente documentar, gravar e reutilizar fragmentos da memória de um povo”, como se pode ler na descrição deste projecto.

PUBLICIDADE
info, , , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS