Tanto quanto se sabe, apenas dois partidos políticos apresentaram propostas de redução da taxa do IVA que incide sobre os bilhetes para os espectáculos tauromáquicos, reconhecendo a clara descriminação em relação às restantes actividades culturais. Estas propostas deverão ter sido discutidas em sede da especialidade do Orçamento Geral do Estado (OGE) e serão votadas esta sexta-feira no Plenário da Assembleia da República.

Sendo que a actual Proposta de Lei n.º 38/XV/1 – Orçamento Geral do Estado para 2023 apresentava a continuidade do IVA a 23% para os ingressos dos espectáculos tauromáquicos, dois partidos de extremos opostos, PCP e Chega, apresentaram uma proposta de alteração, onde requerem que a tauromaquia seja equiparada aos restantes eventos culturais, sendo por isso taxada de igual forma.

Na sua nota explicativa da proposta, o PCP declara “desadequada a restrição que foi introduzida pelo OGE 2020, entendendo que a referida taxa deve abranger as entradas de todos os espectáculos de âmbito cultural, independentemente da sua natureza, sem a introdução, por via fiscal, de visões uniformizadoras e imposições que ponham em causa o respeito pela diversidade cultural, nomeadamente das comunidades que consideram a tauromaquia como parte integrante da sua cultura popular.”

Por sua vez, o Chega defende que “devem estar sujeitos à mesma taxa de IVA todos os espectáculos de natureza artística.

Toda a cultura deve ser tratada de forma igualitária e de modo independente de questões de natureza ideológica ou outras, pelo que se pretende revogar a alteração 671C-2 feita em Fevereiro de 2020, que retirou a tauromaquia do conjunto de artes que beneficiava de uma taxa de IVA reduzida. Deste modo, e considerando a necessidade de tratar a cultura de forma igual, mas também de promover e proteger as mais tradicionais raízes culturais portuguesas, consideramos emergente a reposição da taxa de 6% do acesso aos eventos de natureza tauromáquica em sede de IVA”.

Resta agora esperar pelas votações das duas propostas, mas – que nos perdoem o pessimismo! – estamos plenamente convictos de que nenhuma será viabilizada pela maioria socialista, receando-se, até, que em sede da futura revisão constitucional a tauromaquia possa ser ainda mais penalizada.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.