Foto ilustrativa

O ACES Lezíria vai reorganizar o serviço de atendimento para os doentes com patologias respiratórias, onde se inclui a covid-19, durante todo o mês de Outubro, em todos os concelhos da área de actuação deste organismo de saúde pública.

O ACES Lezíria passa a ter uma ADR-C, (Áreas Dedicadas a Infecções Respiratórias na Comunidade), deixando de existir a ADC-C (Área Dedicada a Doentes Covid na Comunidade). Este serviço está localizado em Santarém e destina-se a toda a população abrangida pelo organismo.

PUBLICIDADE

Segundo a entidade, a decisão surge devido à possibilidade de a curto prazo, a região se encontrar “numa situação em que concomitantemente com o vírus que gerou a actual situação pandémica, nomeadamente os responsáveis por outras infecções respiratórias, como seja a gripe”.

O ACES afirma ainda que estas “respostas de proximidade serão mais adequadas, reduzindo a deslocação de utentes e minimizando contactos”.

O ACES Lezíria abrange cerca de 200 mil habitantes, dos quais, anualmente, aproximadamente 140 mil se deslocam às unidades, numa área geográfica superior a 3500 km2.

PUBLICIDADE
Leia também...

Só Coruche e Sardoal escapam ao recolher obrigatório às 13h00 no fim-de-semana

Os concelhos de Coruche e Sardoal são os únicos, no Distrito de…

Hospital de Santarém no limite da capacidade de internamento de doentes covid

O Hospital Distrital de Santarém atingiu o limite da sua capacidade prevista…

Transmissão comunitária preocupa autarcas de Santarém

Os autarcas de Santarém estão apreensivos com a evolução negativa da situação…

Exame inovador detecta mais facilmente doença coronária no Hospital de Santarém

O Hospital Distrital de Santarém (HDS) realiza, desde o passado mês de…