O AgriEmpreende é um projecto inovador que potencia a geração de novas ideias de negócio, a criação de novos produtos e a concretização de novas empresas da fileira agroalimentar no Ribatejo e na região Centro. Uma das primeiras acções é o 1º Concurso de Ideias de Negócio, que já foi lançado e prevê prémios monetários, entre outros, para os vencedores. O projecto tem como entidade líder o Agrocluster e como copromotor o InovCluster.

Carlos Lopes de Sousa, Presidente do AgroCluster Ribatejo, líder do projecto, realça que “esta iniciativa vai afirmar a vocação empreendedora destas duas regiões e dotá-las das condições técnicas e estruturais essenciais para promover o empreendedorismo inovador e qualificado na fileira agroalimentar”.

O projecto AgriEmpreende visa a criação e dinamização de uma estrutura técnica de apoio ao empreendedorismo que potencia a geração de ideias de negócio, a criação de novos produtos e novas empresas na fileira agroalimentar, especialmente ao nível do empreendedorismo qualificado e criativo.

PUBLICIDADE

Tem como objectivos gerais reforçar a competitividade das PME, a promoção do espírito empresarial (nomeadamente facilitando o apoio à exploração económica de novas ideias e incentivando a criação de novas empresas, inclusive através de viveiros de empresas), o empreendedorismo qualificado e criativo, a identificação de novas ideias de negócio a nível internacional, a criação de metodologias de Co-criação a implementar nas infraestruturas de incubação e o estímulo de novos processos de criação de negócios.

Uma das primeiras acções, que já está lançada, é o 1º Concurso de Ideias de Negócio, cujo prazo para apresentação de candidaturas decorre até ao dia 8 de Junho através do portal www.agriempreende.pt.

O concurso, direccionado a pessoas individuais com ideias de negócio nas temáticas agro-indústrias e alimentação, tem como objectivos fomentar o empreendedorismo inovador e criativo junto dos jovens qualificados, utilizar exemplos de boas práticas a nível internacional, explorar as características distintivas das regiões, apoiar novas empresas numa lógica de aceleração do negócio e apostar na geração de spin-offs nos sectores mais competitivos da região.

O Concurso desenvolve-se em 3 fases: 1) Lançamento da “Call” e recepção de candidaturas; 2) Avaliação dos Projectos; 3) Divulgação dos resultados. Os prémios a atribuir pelos vencedores dividem-se por: Pré-incubação física para desenvolvimento do projecto em sistema de co-working por um período de três meses na Startup Santarém ou no Cei – Centro de Empresas Inovadoras; Incubação física pós início de actividade em sistema de co-working reservado por um período de seis meses na Startup Santarém ou no Cei – Centro de Empresas Inovadoras;  prémios monetários para os três projectos vencedores (5000 euros para o primeiro classificado, 3000 euros para o segundo e 1000 euros para o terceiro).

Entre outras iniciativas, realce ainda para a criação do Canal INOVTV, que tem como objectivo a dinamização da informação gerada no projecto em formato “telenotícia” (tendo como base a análise de tendências inovadoras do sector agroalimentar), e a plataforma MOVUP, de divulgação de vídeos do ecossistema empreendedor, inclusive das notícias geradas no canal InovTV.

Este projecto é promovido pelo Agrocluster em parceria com o Inovcluster, financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização.

PUBLICIDADE
Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…

“Os pequenos produtores não podem ser abandonados”

João Mendes – Fio Dourado DIVULGAÇÃO APRODER O lagar de azeite da…

Câmara de Santarém pede 270 mil euros ao BEI para requalificação de avenida

A Câmara de Santarém aprovou hoje a contracção de um empréstimo de…