A Alpiagra – Feira Agrícola e Comercial de Alpiarça, está de regresso à vila para a 40ª edição que vai decorrer até 28 de Agosto. O certame apresenta-se de cara lavada e sob o mote “Sinta o Ribatejo”.

Esta é uma nova ideia para o tradicional certame alpiarcense com o objectivo de chamar mais empresas da região para Alpiarça e captar investimento externo. A Alpiagra’22 foi inaugurada durante a tarde de Sábado, 20 de Agosto, com a presença da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, que acompanhou o executivo alpiarcense na abertura.

A presidente da Câmara, Sónia Sanfona, saudou o regresso, após dois anos de pandemia, a uma Alpiagra que quer valorizar a economia de Alpiarça reforçando o sector agrícola e vitivinícola do concelho. A autarca revelou que a 40ª edição do certame aposta no abrir portas a investimento de empresas de fora do concelho para dinamizar a economia alpiarcense.

Sónia Sanfona referiu ainda que o desenvolvimento da agricultura e da viticultura, sectores económicos com forte expressão no concelho, serão prioridade para o executivo, com várias casas agrícolas de Alpiarça e de concelhos vizinhos a marcar presença no pavilhão agrícola.

Além de atrair investimento externo a ALPIAGRA’22 tenta ainda valorizar os produtores locais e ser uma “montra do que Alpiarça tem de melhor”, segundo a autarca alpiarcense, que refere ainda que o certame pode ser importante para trazer novas famílias e fixar população no concelho.

O sector agrícola tem-se mostrado também prioridade para o Governo e já beneficiou de vários pacotes de medidas de apoio financeiro para fazer face ao período económico difícil que tem enfrentado, como revelou a ministra da Agricultura e Alimentação, Maria do Céu Antunes.

Uma das grandes dificuldades que o sector enfrenta prende-se com a situação de seca severa que o país tem enfrentado nos últimos anos e Maria do Céu Antunes afirmou que os apoios financeiros devem ser aproveitados pelos agricultores para melhorar a eficiência das explorações no aproveitamento dos recursos hídricos ainda disponíveis.

Em Alpiarça já se candidataram 153 agricultores a fundos comunitários durante 2022 que podem receber até 14 milhões de euros, sublinhou Maria do Céu Antunes.

Um trabalho de cooperação entre poder local, central e instituições é, para Maria do Céu Antunes, prioridade para responder às necessidades e dificuldades dos agricultores.

A ministra revelou também que em 2022 foi aumentada a área disponível para novas plantações o que se poderá refletir num aumento de produção na ordem dos cinco por cento na região do Tejo. Foi ainda abordado o “Projecto Tejo”, que visa analisar o potencial hidroagrícola dos territórios da região, está a ser preparado e aponta a apresentação para Outubro próximo.

Sector cultural não foi descurado

A programação cultural apresenta um forte cartaz musical dividido por dois palcos: palco Alpiagra e palco das tasquinhas, promovendo também a participação das colectividades e associações, dando expressão às dinâmicas culturais locais.

Este ano, o evento recebeu a actuação de artistas portugueses de renome, como David Antunes e Vanessa Silva dia 20, Noite de Fados com a participação de Berg e Nuno Barroso dia 21, Emanuel Moura dia 22, Jorge Guerreiro dia 23 eBárbara Bandeira dia 24.

Dillaz actua hoje, dia 25, Joana Almeirante e João Só, sexta-feira, dia 26, e David Carreira no sábado, dia 27. Uma tarde de folclore com a participação de vários ranchos do distrito, completa o programa no dia 28.

A Alpiagra conta ainda com o “Espaço Jovem FEEL/RESPÚBLICA” com DJ´S, animação e festas temáticas. O certame tem ainda reservado um espaço lúdico para os mais pequenos com várias actividades.

AA

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…