Arrouquelas recebe 33 jovens de 14 países em projecto intercultural

A aldeia de Arrouquelas, no concelho de Rio Maior, recebe, em Março, 33 jovens de 14 países europeus num projecto que promove encontros multiculturais para o conhecimento das diferentes culturas de migrantes e refugiados.

Promovido pela H2O – Associação de Jovens de Arrouquelas, o projecto “Tell me why” (diz-me porquê), ao abrigo do Programa Erasmus +, recebe no seu arranque, na próxima segunda-feira, a visita do embaixador da República Checa, afirma uma nota da associação.

Recorrendo a formação não formal, o projecto procura proporcionar a jovens trabalhadores, líderes juvenis de associações europeias e dos migrantes/refugiados a “partilha de experiências, informações e conhecimentos sobre a cultura dos migrantes, quebrar estereótipos e preconceitos sobre migrantes” e “estabelecer parcerias e desenhar projectos juntos assentes na diversidade cultural”.

Inserida em meio rural, a H2O recorre, desde 1996, aos programas europeus de mobilidade “para combater a desertificação das pequenas comunidades”, oferecendo aos jovens da aldeia “as mesmas oportunidades de mobilidade que outros jovens de regiões mais urbanas” e transformando Arrouquelas num “exemplo de aldeia global”, afirma a nota.

Tendo sido responsável, até ao momento, por 2.000 mobilidades, a H2O tem em curso mais uma acção de voluntariado com a presença na aldeia, durante um ano, de nove jovens de vários países que participam em projectos sociais no concelho de Rio Maior, tendo agendado para Abril o seminário internacional “Nothing about us without us – promoting youth participation”, com 44 participantes de Portugal e da Noruega.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS