A Assembleia Municipal de Constância aprovou por unanimidade um voto de indignação pelo chumbo na Assembleia da República de uma iniciativa parlamentar da CDU que visava a abolição de portagens nas A23 e A13, anunciou o seu presidente.

Em comunicado, o presidente da Assembleia Municipal de Constância, António Luís Mendes, tornou público o teor integral do voto de indignação subscrito e apresentado pela bancada da Coligação Democrática Unitária (CDU), aprovado por unanimidade, em sessão ordinária realizada em 24 de Fevereiro, precisamente no dia da votação no parlamento.

“Apesar das razões invocadas pelas populações e empresários cujas portagens afetam o desenvolvimento económico da região e penaliza os seus habitantes, a maioria parlamentar votou contra a abolição de portagens nas A23 e A13”, pode ler-se no documento, tendo a Assembleia Municipal de Constância, em sequência, “deliberado manifestar a sua indignação pela não aprovação da iniciativa parlamentar pela abolição de portagens nas A23 e A13”.

O resultado da votação e o conteúdo do voto será enviado ao presidente da Assembleia da República e a todos os grupos parlamentares.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.