A Assembleia Municipal de Mação atribuiu ao ambientalista Arlindo Consolado Marques o Prémio Cidadania, uma distinção justificada pelo seu “importante trabalho em defesa do rio Tejo e dos munícipes maçaenses”, anunciou a autarquia.

Em nota de imprensa, o município de Mação informou que a atribuição do Prémio Cidadania a Arlindo Marques, natural de Ortiga e conhecido como o “guardião do Tejo”, teve lugar na Assembleia Municipal realizada na segunda-feira.

A proposta da atribuição do galardão tinha sido aprovada por unanimidade em sede de Assembleia Municipal, em Fevereiro de 2018, justificando-se pela “determinação de Arlindo Consolado Marques na defesa do Rio Tejo”.

PUBLICIDADE

Com esta distinção, acrescenta a nota, “reconhece-se o papel fundamental e desempenho exemplar em prol da causa pública, uma lição de cidadania, enorme dedicação e sacrifício da sua vida pessoal, em benefício da comunidade”.

PUBLICIDADE
Leia também...

Salvador, Bebé do Ano em Santarém, recebe cheque-prenda do Correio do Ribatejo/Sonae

Salvador da Silva Carlota foi o primeiro bebé a nascer no dia…

João Manzarra apela à adopção de cães abandonados em Santarém

João Manzarra, conhecido apresentador de televisão, esteve esta sexta-feira, 15 de Novembro,…

Jogador do Alverca em estado grave no hospital após paragem cardiorrespiratória

O futebolista brasileiro Alex Apolinário, do Alverca, encontra-se em estado grave e…

Estatuto do Antigo Combatente assegura um “tardio, mas justo reconhecimento”

O parlamento aprovou, no passado dia 23, o Estatuto do Antigo Combatente,…