A Associação Salgueiro Maia (ASM) propôs, ao Presidente da República, a promoção do tenente-coronel de Cavalaria, Fernando Salgueiro Maia, ao posto de coronel, por distinção e a título póstumo, nos termos previstos no “Estatuto dos Militares das Forças Armadas”.

A associação, que tem a sua sede nacional em Santarém, fundamenta a sua proposta referindo que se aproxima o cinquentenário da revolução de 25 de Abril e que essa distinção “será uma forma, ainda que tardia, de premiar as indiscutíveis e excepcionais virtudes militares e dotes de carácter e de comando, demonstrados por aquele ilustre e distinto Capitão de Abril”.

Recordando que é intenção do Presidente da República condecorar todos os oficiais que constituíram a Junta de Salvação Nacional, criada após a Revolução dos Cravos, bem como outros oficiais que de alguma forma participaram nesse processo, a ASM argumenta que Salgueiro Maia “foi um militar que contribuiu também de forma muito relevante, para marcar com a sua assinatura, a História Contemporânea de Portugal e também para a glória da Pátria Lusa e o prestígio da Instituição Militar”.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…