Atleta do U. Tomar presta socorro a adepta adversária na bancada e recebe um cartão branco

Rafael Faustino, atleta do União de Tomar, recebeu um cartão branco por prestar assistência a uma adepta adversária na bancada no jogo entre o Amiense e o União de Tomar que se realizou no domingo, 24 de março, partida que estava em atraso da 19ª jornada do Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Santarém.

Tudo aconteceu quando o jogo já estava a terminar, uma adepta do Amiense que estava na bancada sofreu um ataque de convulsões e de imediato, Rafael Faustino, que tinha entrado ao minuto 70 decidiu deixar as quatro linhas e prestar assistência à jovem de 19 anos.

O central é estudante de fisioterapia em Setúbal e em declarações ao site da AFS disse que não hesitou quando se apercebeu da confusão na bancada: “Julgava que se tratava de um ataque epiléptico e fui a correr para prestar socorro.”

Inês, a adepta socorrida, já veio elogiar a atitude do atleta: “A atitude do Rafael foi de louvar. É sempre bom ver quem está disposto a ajudar-nos. Sendo adepta da equipa adversária, o Rafael não me conhecia e a sua reacção, para além de rápida e demonstrar o óptimo profissional que se está a tornar na sua área, foi exemplar.”

Inês mostrou-se ainda a surpreendida com a atitude do atleta adversário. “Assim que me apercebi do que estava a acontecer confesso que fiquei surpreendida por a ajuda vir de alguém que não conhecia. Irei ficar-lhe eternamente agradecida e não me vou esquecer deste gesto. O mundo deveria ter mais pessoas assim.”, conclui.

Abel Bento, Presidente do U. Tomar, também acrescentou que “Rafael é um ser humano capaz de tudo para ajudar o próximo.”

O jogo foi dirigido pelo árbitro João Bento que descreveu no relatório a atitude do jogador Rafael Faustino. O atleta vai receber um cartão branco por este gesto. Este é o terceiro cartão branco atribuído esta temporada. 

Foto: AFS

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS