Autarcas do Médio Tejo recebem placas para espaços de apoio a vítimas de violência doméstica

Os autarcas dos 13 municípios da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Médio Tejo receberam placas identificativas para Espaços M, do projecto Maria, locais autárquicos vocacionados para o apoio a vítimas de violência doméstica e de género, revelou, num comunicado, esta CIM.

As placas vão ser colocadas nos diferentes espaços municipais que terão as valências de apoio direccionado e especializado no âmbito de uma estratégia integrada de intervenção destes municípios para a área da violência doméstica e de género, tal como atendimento, acompanhamento e apoio especializados nas dimensões social, psicológica e jurídica.

O programa tem por base o Protocolo de Atuação da Rede Intermunicipal de Resposta Integrada à Problemática da Violência Doméstica e de Género na Região do Médio Tejo, cofinanciado pelo POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, que será aprovado e celebrado numa cerimónia a realizar no próximo mês de Outubro, em Mação, na qual estarão presentes os municípios e as entidades que integram o programa.

PUBLICIDADE

Fazem parte da CIM do Médio Tejo os municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS