Os bombeiros das 12 associações humanitárias do distrito de Santarém, que participam na campanha “Quartel Electrão”, recolheram mais de 246 toneladas de lâmpadas, pilhas e equipamentos eléctricos usados em 2021.

Nesta sexta edição do quartel Electrão, que decorreu de Janeiro a Novembro de 2021 e que teve como parceiro a Liga dos Bombeiros Portugueses, as associações do distrito reuniram, no total, 244.383 quilos de equipamentos eléctricos usados, 1.356 quilos de lâmpadas e 369 quilos de pilhas.

Como contrapartida pelo seu esforço as associações recebem 75 euros por cada tonelada de resíduos recolhida. No distrito de Santarém o valor recebido ascendeu a 18.458 euros.

Nesta campanha os bombeiros portugueses atingiram, a nível nacional, um novo máximo histórico na recolha de lâmpadas, pilhas e equipamentos eléctricos usados em 2021, ultrapassando as 2.410 toneladas.

No total participaram 159 associações humanitárias de bombeiros voluntários de todo o país, o que permitiu reunir, globalmente, 13 toneladas de pilhas, 22 toneladas de lâmpadas e 2.375 toneladas de equipamentos eléctricos usados.

“O ‘Quartel Electrão’ tem registado nos últimos anos uma evolução muito positiva que é elucidativa do envolvimento das associações humanitárias na causa da reciclagem. O valor de 2021 representa um aumento de 19 por cento face a 2020. Nesse ano, apesar da pandemia, os bombeiros já tinham atingido um recorde de 2.029 toneladas de equipamentos. Este entusiamo resulta também da crescente preocupação ambiental do cidadão anónimo que escolhe entregar as suas pilhas, lâmpadas e equipamentos eléctricos usados nos bombeiros locais, ajudando-os ao mesmo tempo a ganhar equipamentos de protecção individual, combustível e até viaturas”, congratula-se o Director-Geral do Electrão, Pedro Nazareth.

Marco de Canaveses ganhou veículo de combate a incêndios

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Marco de Canaveses, no distrito do Porto, recolheu o maior volume de equipamentos a nível nacional e ganhou, por isso, o primeiro prémio desta sexta edição do “Quartel Electrão”: um veículo ligeiro de combate a incêndios no valor de 54 mil euros. A associação recolheu, ao longo de 2021, mais de 161 toneladas de lâmpadas, pilhas e equipamentos eléctricos usados. Como contrapartida por esse esforço recebeu ainda 12.088 euros em prémios, face às quantidades recolhidas, e canalizou a esse valor para a compra de equipamentos de protecção individual para vários operacionais da associação.

O segundo prémio foi atribuído à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Lousada, também no distrito do Porto, que reuniu mais de 100 toneladas de equipamentos eléctricos usados. Recebeu cinco mil euros convertíveis em equipamentos de protecção individual, além dos 7.962 euros para a compra de equipamentos, que acumulou face às quantidades recolhidas.

Nesta edição do “Quartel Electrão” foram entregues às associações 250 mil euros, a que correspondem 67.500 em prémios finais e 187.000 euros como contrapartidas pelas quantidades recolhidas.

Prémios regionais, para o novo aderente e para “campeões” das pilhas e das lâmpadas

A campanha “Quartel Electrão” distribui ainda prémios por regiões, que correspondem às áreas de recolha dos equipamentos. Os vencedores destas categorias recebem 750 euros em cartões pré-pagos de combustíveis.

O Prémio Regional Centro (Aveiro, Coimbra e Viseu) foi atribuído à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz, que reuniu mais de 91 toneladas. A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Franca das Naves, que recolheu mais de 27 toneladas, alcançou o Prémio Regional Interior (Castelo Branco, Guarda e Portalegre). O Prémio Regional Norte (Braga, Bragança, Porto, Viana do Castelo e Vila Real) foi entregue à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Paço de Sousa, que assegurou a recolha de mais de 33 toneladas.

O Prémio Regional Sul (Beja e Faro) voltou a ser entregue à Associação Humanitária de Bombeiros de Vila Real de Santo António, que garantiu 42 toneladas para a campanha do “Quartel Electrão”. O Prémio Regional Ilhas (Açores e Madeira) coube mais uma vez à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Madalena, no Pico, Açores, que reuniu 34 toneladas este ano, mais duas que no ano passado. Já o Prémio Regional Lisboa e Vale do Tejo (Évora, Leiria, Lisboa, Santarém e Setúbal) foi também este ano para a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Peniche, que deu um contributo de mais de 64 toneladas para a campanha.

O Prémio Novo Aderente, criado para incentivar a adesão à campanha por parte de novas associações, coube à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Condeixa, no distrito de Coimbra. Esta foi a associação estreante que reuniu a maior quantidade nesta última edição: 32 toneladas. Pelo esforço recebeu 750 euros em cartões pré-pagos de combustível.

A associação que recolheu mais pilhas foi Agualva-Cacém com 1,4 toneladas. Recebeu 1500 euros convertíveis em equipamento de protecção. O mesmo prémio foi entregue ao quartel que recolheu mais lâmpadas: Vila de Rei, com 1,2 toneladas.

Sétima edição do Quartel Electrão já arrancou

A sétima edição do “Quartel Electrão já arrancou este mês de Janeiro. As associações humanitárias de todo o país terão oportunidade de continuar o trabalho de apoio à comunidade e protecção do ambiente habilitando-se, ao mesmo tempo, a ganhar prémios.

O primeiro prémio volta a ser um veículo ligeiro de combate a incêndios. As associações recebem ainda 75 euros por cada tonelada de resíduos reunida. São ainda atribuídos prémios às associações que recolherem as maiores quantidades de resíduos em termos regionais. O novo aderente e as associações que se destaquem particularmente na recolha de pilhas e lâmpadas também serão premiados.

No site www.ondereciclar.pt é possível saber qual é o quartel aderente mais próximo onde pode depositar lâmpadas, pilhas e equipamentos eléctricos usados. Esta campanha do Electrão tem como objectivo envolver as associações humanitárias na causa da reciclagem de lâmpadas, pilhas e equipamentos eléctricos usados. Globalmente, desde 2011, esta iniciativa já permitiu a recolha de 9.331 toneladas de pilhas e equipamentos eléctricos usados.

Sobre o Electrão

O Electrão – Associação de Gestão de Resíduos é a entidade responsável por três dos principais sistemas de recolha e reciclagem de resíduos: embalagens, pilhas e equipamentos eléctricos usados. Gere uma rede de recolha de equipamentos eléctricos e pilhas usadas com mais de 6000 locais de recolha dispersos por todo o território nacional e é também responsável pela reciclagem de embalagens em todo o país. A sua principal missão é assegurar a reciclagem dos resíduos recolhidos, contribuindo para a minimização do impacto ambiental e para um reaproveitamento dos materiais que os constituem promovendo a economia circular.  Desenvolve diversas campanhas de comunicação e sensibilização com o objectivo de promover uma maior consciencialização ambiental e uma mudança de comportamentos, de que se destacam o Quartel Electrão, a Escola Electrão e o TransforMAR.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…