Bordalo II instala poupa gigante no Centro Histórico de Santarém

Artur Bordalo da Silva “Bordalo II” (à esquerda na foto) e a sua equipa.

O Centro Histórico de Santarém tem, desde o dia 26 de Agosto, uma poupa de seis metros de envergadura da autoria do artista plástico Artur Bordalo da Silva, Bordalo II.

A obra de arte é feita à base de vários materiais em fim de vida, como para-choques, mangueiras ou contentores do lixo, está patente na fachada do hostel Villa Graça, situado junto à Igreja da Graça, em Santarém.

PUBLICIDADE

O obra faz parte série de peças com as quais o Bordalo II pretende sensibilizar para as questões da sustentabilidade ambiental e para a extinção de algumas espécies de animais. O animal retratado na obra é uma poupa, que faz parte da fauna ribatejana e está em perigo de extinção.

Na fachada onde está exposta a obra de arte, encontra-se uma porta antiga, descoberta durante as obras de reabilitação do espaço, que tem um marco gótico com algumas centenas de anos sendo único na cidade, segundo a administração do Villa Graça.

O hostel Villa Graça, que financiou a obra, pretendeu com esta iniciativa dar uma atracção cultural à cidade de Santarém e aos turistas que a visitam.

O Villa Graça – Hostels and Apartments é o mais recente empreendimento turístico da cidade de Santarém e instalado num edifício centenário do Centro Histórico da cidade. O espaço tem 12 apartamentos T0 e T2, um hostel com cinco camaratas e 2 quartos duplos, com capacidade para acolher 32 pessoas e o restaurante “Pátio da Graça”, especialista em cozinha peruana e asiática.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS