Câmara de Ourém aprova contas de 2018 por unanimidade

A Câmara Municipal de Ourém aprovou as contas de 2018 por unanimidade, com um saldo positivo de 712 mil euros, informou a autarquia liderada por Luís Albuquerque (coligação PSD/CDS Ourém Sempre).

Em nota de imprensa, o Município de Ourém, adianta que foi aprovado o relatório de gestão e prestação de contas, votado por unanimidade, na reunião de segunda-feira, apresentando um resultado líquido positivo de cerca de 712 mil euros.

Este saldo “contrasta com os resultados apresentados nos últimos 12 anos, em que o mesmo foi consecutivamente negativo e que contribuiu para a deterioração dos capitais próprios do Município em cerca de 36 milhões de euros”, refere a autarquia.

Segundo a nota do presidente, o resultado do exercício de 2018 é “histórico” e “terá repercussões no investimento previsto a realizar no concelho nos próximos meses”.

O documento refere um grau de execução da receita na óptica das cobranças líquidas de 89,8%, superando a meta dos 85%. Excluindo os efeitos extraordinários das vendas de bens de investimento, de passivos financeiros e do saldo de gerência anterior, as receitas líquidas reflectem um aumento de 4,4% face ao ano anterior.

Relativamente às despesas, registou-se uma diminuição de 10,3%, o que representa um decréscimo de 3,5 milhões de euros, embora se tenha verificado um aumento das despesas com o pessoal, em 1,7 milhões de euros, decorrentes do processo de internalização da empresa Ourém Viva.

De acordo com a nota do presidente, a autarquia teve um resultado corrente positivo em 9,7 milhões de euros e resultado orçamental positivo em cerca de 6,9 milhões de euros.

Não há pagamentos em atraso e o prazo médio de pagamentos situa-se em 19 dias, quando em 2017 era de 25 dias.

Foi proposta ainda “uma revisão orçamental em alta, que prevê um reforço de um milhão de euros, passando o orçamento municipal para 43,96 milhões de euros”.

“É proposto que deste valor sejam alocados 385 mil euros na aquisição das quotas dos sócios da Fatiparques e no pagamento das dívidas existentes na empresa, para que possamos, de uma vez por todas, resolver mais este gravíssimo problema, que herdámos e que agora está perto de ser resolvido”, salientou o autarca na nota.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

Deixar uma resposta