O Município de Santarém voltou a disponibilizar diversas linhas de apoio social ao munícipe, durante o actual estado pandémico que o país atravessa, com objectivo de ajudar todos aqueles que se encontram em situação de maior fragilidade, vulnerabilidade social e solidão.

A autarquia tem activas a Linha de Apoio Social, a Linha de Apoio à Pessoa Idosa, a Linha de Apoio ao Migrante, a  Linha de Apoio Social – Situação de Desemprego – GIP, a Linha de Apoio do Gabinete de Apoio à Vítima de Crime e a Linha de Apoio da Comissão de Crianças e Jovens de Santarém.

Segundo o município, a Linha de Apoio Social pretende informar a população sobre os serviços e medidas de apoio, articular com os serviços locais a resposta às necessidades apresentadas, facilitar o acesso aos bens de primeira necessidade, promovendo a articulação com os diferentes agentes locais e referenciar aos serviços locais as situações de pessoas e famílias com necessidades alimentares e outros.

PUBLICIDADE

Já a Linha de Apoio à Pessoa Idosa, tem como objectivos: o encaminhamento das situações de pessoas idosas que precisam de ajuda para as compras de bens essenciais, responder às necessidades de informação destas, ou tão simplesmente, permitir o diálogo com estas pessoas que se sentem sozinhas e precisam de conversar.

Com a Linha de Apoio ao Migrante, o município pretende informar e esclarecer sobre a regularização dos Migrantes em Portugal, encaminhamento social, processos de nacionalização, reagrupamento familiar, retorno voluntário ao país de origem, informar e encaminhar na área laboral e efectuar agendamento junto dos serviços do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Para apoiar jovens e adultos desempregados no seu percurso de inserção ou reinserção no mercado de trabalho, a Câmara de Santarém disponibiliza a Linha de Apoio Social – Situação de Desemprego – GIP. Esta linha também apoia a inscrição online dos candidatos a emprego junto do IEFP, divulga e capta ofertas de emprego, motiva e apoia a participação em ocupações temporárias que facilitem a inserção no mercado de trabalho e prestam esclarecimentos sobre o processo de desemprego.

A Linha de Apoio à Vítima de Crime, em parceria com a APAV, pretende apoiar e informar todas as vítimas de crime, num período em que nos é exigida ainda mais responsabilidade e atenção ao que se passa ao nosso redor com as crianças, as mulheres e os idosos.

É disponibilizada também a Linha de Apoio da Comissão de Crianças e Jovens de Santarém que tem como objectivo assegurar a protecção das crianças e jovens, no âmbito das competências e atribuições desta Comissão.

Todas as linhas funcionam de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h30, excepto a Linha de Apoio do Gabinete de Apoio à Vítima de Santarém que funciona das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00.

PUBLICIDADE
Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…

GNR detém dono de café por violação do confinamento

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, no sábado, o dono de um…