A Câmara Municipal de Santarém manifestou o pesar pela morte de Carlos Oliveira, enviando “sentidas condolências à Família” do “ilustre fazedor de Cultura”.

Na nota publicada, a autarquia destaca as “marcas indeléveis no associativismo cultural como criador de sinergias e colaborador de inúmeras associações, do nosso Concelho, do País e além-fronteiras”.

“Pensar no Chona é olhar para o Teatro como uma das componentes mais marcantes da sua vida”, adianta.

PUBLICIDADE

Carlos Oliveira foi mentor do Veto Teatro Oficina, do Teatrinho de Santarém, impulsionador do FITIJ – Festival Internacional de Teatro para a Infância e Juventude e da Bienal Internacional de Artes de Circo.

Em 1997, a Câmara de Santarém atribuiu ao “fazedor de Cultura” o título de “Scalabitano Ilustre”. Chona foi ainda agraciado com prémio “Mérito do Teatro Português”, atribuído pela Fundação Inatel, título de “Personalidade do Ano 2004” – homenagem da Junta de Freguesia de São Nicolau e o “Prémio Prestígio Personalidade na Área do Teatro”, atribuído pela Federação Portuguesa de Teatro.

“O Executivo Municipal expressa sentidas condolências à Família, aos amigos e a todos quantos o admiram. A sua Obra permanecerá para Sempre!”, conclui o Município de Santarém.

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…