Câmara de Santarém vai plantar mais de um centena de árvores no planalto

A Câmara Municipal de Santarém vai plantar mais de uma centena de árvores no planalto da cidade, naquela que é a primeira fase do projecto de rearborização.

Segundo o município, a intervenção tem um prazo de execução de 75 dias e pretende rearborizar os espaços públicos no Centro Histórico do planalto que se consideram necessitados de plantação de árvores. A ideia é preservar o planalto com benefícios incontestáveis para a vida no meio urbano, ao nível ecológico, estético e social.

As ruas, largos, logradouros e jardins, tais como: o Jardim Portas do Sol, a Avenida 5 de Outubro, a Rua Luís de Camões, o Largo Mem Ramires, o Jardim da Liberdade e frente do Mercado Municipal, o Cruzamento da EN114 com a Av. Gago Coutinho e Sacadura Cabral, a Praça Egas Moniz – S. Bento, as Ruas de S. Bento, D. Maria II e Dr. Barros e Cunha – S. Bento, Rua Maria Inês Schaller Dias – S. Bento e o Largo dos Capuchos recebem a replantação ou plantação de vários tipos de novas árvores: bordo, lodão, olaia, cedro-do-atlas, cedro azul, cipreste, ginko, jacarandá, mélia, amoreira, plátano, abrunheiro-dos-jardins, pereira-do-jardim, falsa acácia, tília prateada e tipuana.

PUBLICIDADE

A plantação destas espécies de árvores tem em conta as condições destes locais, uma vez que são resistentes às diferenças climáticas, à secura no Verão, com solo calcário e sem grandes exigências ao nível da manutenção para além de possibilitarem diferentes colorações de folha e flor e foram seleccionadas de acordo com as características e pré-existências de cada local.

Segundo a autarquia, a intervenção pretende contribuir para o reforço da estrutura arbórea, da requalificação destes espaços e melhoria da sua vivência.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS